Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Obras da Linha 17-Ouro do Monotrilho devem atrasar ainda mais por causa de fabricante de trens

Publicado

em

Obras da Linha 17-Ouro do Monotrilho devem atrasar ainda mais por causa de fabricante de trens

Empresa responsável ainda não começou a construir espaço para fabricar os trens. Orçamento aumentou em R$ 2 bilhões e não há previsão de entrega da obra.

A Scomi, empresa responsável pela fabricação dos trens da linha 17-Ouro, sinalizou que pretende sair do consórcio com o Metrô de São Paulo. A promessa do governo era de entregar a obra antes da Copa do Mundo de 2014.

Além do atraso, o orçamento da obra aumentou em R$ 2 bilhões e hoje está em torno de R$ 3,7 bilhões.

Quem passa pela Avenida Roberto Marinho vê diariamente o movimento intenso da obra do monotrilho. Os operários se concentram na construção das estações e na montagem dos trilhos. No entanto, os trens que vão circular na nova linha não estão sendo fabricados.

Segundo o site da Investe São Paulo, agência do governo do estado de Promoção e Investimento, a empresa, que é da Malásia, lançou a pedra fundamental da sua primeira fábrica brasileira em Taubaté, em março de 2016.

A previsão era que ela entrasse em operação no segundo semestre do mesmo ano, com capacidade para produzir de três a cinco carros de monotrilho por mês.

O SP2 foi até o local e viu que, na área de mais de 78 mil m², não há nenhum sinal da planta da fábrica. Muito menos funcionários contratados.

O Metrô informou que pretende se reunir com o consórcio até o fim de novembro, para encontrar uma solução para o problema. Por enquanto ainda não dá para saber o impacto que isso provocará no andamento da obra, que por enquanto não tem previsão para ser concluída.

O Consórcio do Monotrilho não quis se pronunciar.

mais lidas