Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

‘O Outro Lado’ choca o público com cenas pesadas

Publicado

em

'O Outro Lado' choca o público com cenas pesadas

Novela das 21h mostra marido que bate em mulher e aborda temas polêmicos

A felicidade de Clara (Bianca Bin) durou pouco em “O Outro Lado do Paraíso”. Na trama das 21h, o relacionamento da protagonista com Gael, personagem de Sérgio Guizé, parecia ser um ótimo negócio, mas não demorou para se transformar num verdadeiro pesadelo.

Com distúrbio psicológico, o filho de Sophia (Marieta Severo) espanca Clara diariamente, depois se arrepende e pede perdão. Um quadro comum na vida de mulheres agredidas pelos parceiros, de acordo com o doutor em psicologia Jacob Goldberg.

“A nossa sociedade faz com que os homens confundam brutalidade com masculinidade. Perdoar é um pretexto para alimentar o masoquismo”, garante o especialista.

Para Bianca, gravar as cenas de espancamento com Sérgio Guizé é a parte mais difícil de seu trabalho. O cansaço físico e psicológico, no entanto, são válidos quando a reflexão do público é provocada.

Nas redes sociais, quem assiste a novela de Walcyr Carrasco já odeia o personagem de Guizé e tantos outros que apimentam o horário nobre com polêmicas. Pesada, a novela das 21h até agora não investiu em um núcleo leve e bem-humorado, mas acerta em cheio quando o assunto é responsabilidade social.

“A arte é o melhor caminho para discutir esses temas porque é o que transforma. O que gera a violência é a falta de educação e, se a gente tiver uma boa educação, teremos melhores professores, pais, médicos, menos policiais corruptos. E aí, quem sabe, daqui a 80 anos teremos uma geração de bons políticos”, defende o intérprete de Gael.

No capítulo da próxima quarta-feira, Clara vai pedir a ajuda do médico Renato (Rafael Cardoso) para denunciar o marido. O caminho, segundo o psicólogo, que todas as mulheres que já foram agredidas deveriam seguir.

“O primeiro passo é procurar uma delegacia da mulher, registrar um boletim de ocorrência e abrir um inquérito criminal para que o agressor responda até o fim, mesmo que a vítima volte atrás”, esclarece Goldberg.

Na trama, porém, a história de Clara e Gael vai longe. Com uma passagem de dez anos, a novela vai mostrar a mocinha se transformar em vilã ao ser internada pela sogra num hospício. O ódio renderá atitudes vingativas e a vida se encarregará de dar o troco.

TRAMAS POLÊMICAS E PESADAS

Racismo

Em “O Outro Lado”, Raquel (Érika Januza) sofre nas mãos de Nádia (Eliane Giardini), sua patroa e, quem sabe, futura sogra!

mais lidas