Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

‘Não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo’, diz Ciro Gomes

Publicado

em

'Não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo', diz Ciro Gomes

Às vésperas das eleições do próximo domingo, candidato do PDT à Presidência fez campanha em Uberlândia (MG). Ciro também afirmou que a Constituição precisa ser ‘amada’.

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, afirmou nesta sexta-feira (5), sem citar nomes de adversários, que não pode “deixar o Brasil cair na mão do fascismo”.

Ciro deu a declaração durante ato de campanha em Uberlândia, no interior de Minas Gerais, onde discursou para eleitores na Praça Sérgio Pacheco, no centro da cidade.

“Nós estamos virando jogo de forma absurdamente espetacular. É o povo brasileiro. Eu vou trabalhar até as 17h porque é a minha responsabilidade. Eu não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo que nega liberdade, que destrói a democracia, que não tem ideias e nem números e nenhuma experiência pra enfrentar o drama do desemprego”, afirmou.

Durante entrevista a jornalistas, Ciro Gomes também fez críticas ao PT, partido que, na avaliação do pedetista, perdeu “condição política” de governar.

“Não é possível mais que o ódio e o fascismo sejam a resposta para um antipetismo, que perdeu [o PT] a condição política de nos governar a partir de toda contradição que aconteceu. Nós precisamos de um novo caminho”, afirmou.

Logística

Ainda em Uberlândia, Ciro Gomes disse que se eleito pretende fazer investimentos em logística e reforçar a eficiência do transporte no país.

“O Brasil precisa apostar num projeto importante de logística porque o frete brasileiro é muito caro e nós perdemos quase um terço das nossas riquezas na área de ‘adestramento’ da produção agrícola como é no caso do Triângulo Mineiro, o café de Araguari e todos os grãos, enfim, a cultura de álcool e cana, isso aqui tudo precisa de uma estrutura de eficiência muito maior. O caminho na modernidade é a ferrovia de cabotagem. Mas é preciso duplicar as rodovias”, declarou.

Constituição

No dia em que a Constituição Federal de 1988 completa três décadas em vigor, Ciro Gomes afirmou que a Carta Magna precisa ser “amada” e “respeitada”.

“Constituição tem que ser amada e respeitada. Se for necessário aperfeiçoá-la, que se faça pelos caminhos que ela própria prever”, disse o presidenciável.

Segurança Pública

Mais cedo, nesta sexta, durante ato de campanha no Rio de Janeiro, Ciro Gomes disse que se eleito vai dar atenção especial ao combate às facções criminosas e levará os chefes das organizações para presídios federais.

mais lidas