Destaque Principal Política

Mulheres ficam de costas para Damares em protesto durante conferência no Chile

Redação
Escrito por Redação

Ministra afirmou que o governo Bolsonaro é “pró-vida” e não apoia a legalização do aborto

Um grupo de mulheres fez um protesto contra a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, nesta quarta-feira (29), durante a  14ª Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e Caribe, que acontece no Chile.

As manifestantes se levantaram e ficaram de costas para Damares enquanto ela fazia um discurso sobre violência contra à mulher. Assista ao vídeo:

A ministra se manifestou sobre o ocorrido em um vídeo publicado no Instagram, ao lado da Diretora e Secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Roberta Monzini e Cristiane Britto.  Elas afirmaram que a ministra foi alvo de protesto pela “sociedade civil, incluenciada pelas feministas do Brasil” por serem “pró-vida e contra o aborto “.

“Podem protestar contra mim no mundo inteiro, o governo Bolsonaro é um governo pró-vida”, afirmou Damares. “Vamos continuar protegendo mulheres e não vamos lutar pela legalização do aborto”, completou.

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: