Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Mulher diz que bebê foi levado por sequestradores após parto em carro de aplicativo; hospital nega que ela estivesse grávida

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Uma técnica de enfermagem de 40 anos foi encontrada na noite desta terça-feira (3) por policiais militares em São Vicente, no litoral de São Paulo, e afirmou que seu bebê havia sido roubado após o parto.

A Polícia Militar (PM) chegou a fazer buscas no local onde ela apontou ter sido abandonada, mas não encontrou nada. Segundo o hospital ao qual a mulher foi encaminhada, exames não apontaram indícios de gravidez.

 

Deise do Espírito Santo, que estaria grávida de oito meses, mora em Santo André, no ABC Paulista, e saiu de casa após sentir contrações. O namorado dela, Rodrigo Morais, de 38 anos, afirmou ao g1 que a companheira teria entrado em um carro de aplicativo por volta de 11h30 com destino ao Hospital e Maternidade Christóvão da Gama.

“Ela entrou em trabalho de parto, pegou um táxi [era corrida por aplicativo] e o motorista disse que iria parar para abastecer, mas não o fez. Ele andou mais um pouco e pegou uma mulher, que entrou o carro e anunciou o sequestro”, conta o rapaz.

Segundo Morais, a namorada contou se lembrar apenas de ter sido vendada e dado à luz dentro do veículo, antes de ter sido abandonada sem o bebê próximo à linha do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), em São Vicente.

O rapaz acrescenta que Deise entrou em contato, depois de ter sido deixada no litoral de São Paulo. Foi nesse momento que ela contou o que havia acontecido.

A PM informou ter sido acionada por volta das 19h desta terça por Morais. Os policiais fizeram buscas pero da linha do VLT, mas não encontraram nenhuma pista. A mulher foi encaminhada à Maternidade Municipal de São Vicente, às 20h56, acompanhada da Polícia Civil, da Guarda Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros.

Um boletim de ocorrência de desaparecimento foi registrado na Delegacia Sede de São Vicente, e a Polícia Civil abriu investigação.

Não estava grávida, diz hospital

 

Técnicos de enfermagem do Hospital Municipal de São Vicente são dispensados sem receber vencimentos de salários — Foto: Reprodução/Alexsander Ferraz Jornal A Tribuna

Técnicos de enfermagem do Hospital Municipal de São Vicente são dispensados sem receber vencimentos de salários — Foto: Reprodução/Alexsander Ferraz Jornal A Tribuna

Em nota, a Secretaria de Saúde de São Vicente informa que a paciente apresentou bom estado geral no exame físico. O teste ginecológico revelou discreto sangramento na região vaginal, pouca dilatação do útero e nenhuma laceração no canal vaginal.

A equipe da Maternidade Municipal internou a mulher para dar suporte clínico e fazer exames. Segundo a prefeitura, a paciente recusou a internação e, às 21h30, fugiu do local.

Às 21h50, porém, ela retornou e concordou com a internação, passando por nova avaliação. Os exames de sangue, de acordo com a Secretaria de Saúde, apontaram que não havia indícios gravidez ou qualquer dilatação no útero que indicasse o trabalho de parto.

Na manhã desta quarta-feira (4), Deise saiu do Maternidade Municipal de São Vicente sem ter alta médica e retornou, junto o namorado, ao Hospital e Maternidade Christóvão da Gama, em Santo André. Segundo Morais, a mulher não havia recebido alta até a última atualização desta reportagem.

Após seu desaparecimento, amigos e familiares divulgaram nas redes sociais para tentar encontrar ela. — Foto: Reprodução/ Facebook

Após seu desaparecimento, amigos e familiares divulgaram nas redes sociais para tentar encontrar ela. — Foto: Reprodução/ Facebook

.

.

.

.

.

.

.

G1

mais lidas