Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

MP ‘fora do ar’

Publicado

em

MP 'fora do ar'

MP ‘fora do ar’

Depois da fracassada tentativa de trégua editorial junto à TV Globo, feita pelo ministro Moreira Franco a pedido de Michel Temer, o presidente ousou algo inédito e desafiador. Surgiu à mesa um escopo de medida provisória que taxaria anualmente – em muitos milhões de reais – as concessões de emissoras de TV. A evidente retaliação encontrou resistência de imediato. As outras três grandes emissoras (Band, SBT e Record), que não entraram nessa guerra Temer x Globo, chiaram com o presidente e Temer recuou. Então decidiu cobrar da ‘vênus platinada’ eventuais pendências de impostos e no BNDES. Procurada, a Globo não se manifestou até o fechamento da Coluna. Na inauguração da nova redação do JN, o presidente das organizações, Roberto Irineu Marinho, mandou recado a Temer: o grupo já pagou bilhões de reais em impostos.

Rede Temer

O governo também usa a estrutura da EBC para propagar as “ações” e “atividades” do Executivo e de ministérios em emissoras na chamada Rede Nacional de Rádios.

Fechado para balanço

O Palácio do Planalto fechou ontem o balanço prévio de votos pela rejeição da denúncia contra o presidente Temer no plenário da Câmara. Contando com poucas defecções dos partidos que fecharam questão – PMDB, PP, PR e PSD -, a soma, por enquanto, estancou em 252 votos – 70 a mais do que o necessário para enterrar a primeira da série de denúncias que serão apresentadas contra o peemedebista nos próximos meses.

Concessões políticas

O Ministério Público Federal prepara uma enxurrada de ações judiciais para cancelar as concessões de radiodifusão que têm como sócios detentores de mandatos eleitorais. O MP quer “combater o tráfico de influência” nas eleições de 2018.

Dois pesos…

Para o presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto (PMDB-AM), as denúncias contra o colega Aécio Neves (PSDB-MG) foram uma “armação”. Já a ocupação da mesa do plenário por senadoras da oposição foi “gravíssima”. Termo usado pelo parlamentar ao acatar a representação que será analisada pelo colegiado em agosto. Em resposta, a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) afirma: “Fizemos um protesto que consideramos legítimo, democrático, inclusive ético”.

Engavetador

Nos últimos sete meses, João Alberto engavetou 14 denúncias contra colegas. Destas, cinco representações pediam investigações contra Renan Calheiros e Romero Jucá, ambos do PMDB, partido do presidente do Conselho de Ética

Limite

Com o corte de mais de mais de 40% no orçamento previsto para 2017, a PRF está operando no “limite”. O diretor Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, Fábio Jardim, resume o quadro de precariedade do trabalho da corporação em meio à falta de recursos: “Hoje nós estamos trabalhando desacelerados, a verdade é essa.” O contingenciamento, que inclui redução de gastos com energia e combustível, compromete o patrulhamento dos mais de 76 mil quilômetros. “A PRF vem reduzindo ano a ano o número acidentes, feridos e mortos. A gente pode ter um prejuízo nesse sentido e abre essa porta para a bandidagem ficar mais livre nas rodovias”, diz Jardim.

Sem dó

O deputado mineiro Weliton Prado (PMB) afirma que a falta de dinheiro para o serviço público contrasta com os mais de R$ 10 milhões que o governo gastou para publicidade da reforma da Previdência: “O governo não tem dó; é um verdadeiro absurdo”.

mais lidas