Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Morre em SP Miriam Brik Nekrycz, sobrevivente do Holocausto

Publicado

em

Morre em SP Miriam Brik Nekrycz, sobrevivente do Holocausto

Enterro será nesta segunda-feira (19) no Cemitério Israelita do Butantã, Zona Oeste de São Paulo. Nascida na Ucrânia, Miriam se mudou para o Brasil após perder toda a sua família vítima da perseguição do nazismo na Segunda Guerra Mundial.

Morreu neste domingo (18) em São Paulo, aos 86 anos, Miriam Brik Nekrycz, judia sobrevivente do Holocausto. De acordo com a Federação Israelita do Estado de São Paulo, ela estava internada no hospital há cerca de um mês depois de sofrer uma queda.

O enterro de Miriam será nesta segunda-feira (19), às 11h, no Cemitério Israelita do Butantã, Zona Oeste da capital paulista.

Miriam nasceu em Lutsk, na Ucrânia, em 1932. Ela veio para o Brasil após perder toda a sua família, vítima da perseguição do nazismo na Segunda Guerra Mundial.

No Brasil, Miriam se casou em com Ben Abraham z´l. Juntos, os dois se dedicaram a contar as atrocidades cometidas pelo regime nazista de Adolf Hitler.

“Um milhão e meio de crianças judias foram exterminadas durante o Holocausto. Quis o destino que eu, uma das poucas, fosse salva, a única de toda a nossa família na Europa. Se eu fui preservada apenas para chegar a presenciar a derrota nazista, sentir o gosto supremo da liberdade e ver a vitória sobre a opressão e a morte, isto bastaria para eu me considerar feliz.”, escreveu Miriam em seu livro, Relato De Uma Vida, publicado em 1996.

No último dia 11, outro sobrevivente do holocausto que se mudou para o Brasil também morreu em São Paulo. Julio Gartner, nascido na Polônia, viveu aqui por 71 anos depois de passar por cinco campos de concentração. Ele morreu aos 94 anos após se sentir mal e ter uma parada cardiorrespiratória

mais lidas