Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Melo e Dodig vencem na Antuérpia em dia de altos e baixos de brasileiros

Publicado

em

Melo e Dodig vencem na Antuérpia em dia de altos e baixos de brasileiros

Dupla vai às quartas do ATP 250 da Bélgica ao despachar holandeses; outros nomes do Brasil também avançam pelo circuito

Pela estreia do ATP 250 de Antuérpia, na Bélgica, Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig confirmaram o favoritismo e venceram os holandeses David Pel e Botic van de Zandschulp por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (4). Com o triunfo, a dupla cabeça de chave número 1 garantiu a vaga nas quartas de final do torneio. A vitória foi um dos destaques da jornada de altos e baixos dos brasileiros pelo circuito mundial nesta quarta-feira.

Marcelo Melo e Ivan Dodig em atuação após retomada da parceria em Indian Wells — Foto: Divulgação / ATP

Marcelo Melo e Ivan Dodig em atuação após retomada da parceria em Indian Wells — Foto: Divulgação / ATP

Na Bélgica, Melo e Dodig disputam o segundo torneio como dupla na temporada 2021. Após cinco anos, a parceria foi retomada este mês pelo Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos, onde o brasileiro e o croata se despediram apenas nas semifinais depois de serem superados pelo australiano John Peers e o eslovaco Filip Polasek por 2 sets a 0, parciais 6/4 e 7/6 (1). A vitória desta quarta-feira foi a quarta conquistada pelo brasileiro e o croata após o reencontro.

A dupla não encontrou dificuldades para largar na frente dos holandeses e assegurar a classificação. Apesar da superioridade na primeira parcial, o triunfo foi sacramentado apenas no tie-break do segundo set, vencido por 7 a 6 (4). Os próximos adversários serão o sul-africano Lloyd Harris e o experiente belga Xavier Malisse, nesta quinta-feira. Ex-número 1 do mundo nas duplas, Melo ocupa atualmente a 21ª posição no ranking mundial, enquanto seu parceiro aparece em 10º colocado. Juntos, eles faturaram 135 vitórias e seis títulos entre 2012 e 2016, incluindo o Roland Garros de 2015.

Quatro brasileiros também avançam

 

Depois de atingir a maior marca do tênis brasileiro feminino na Era Aberta, pelo WTA 1000 de Indian Wells, e voltar ao Top 100 do mundo, Bia Haddad também estreou com vitória, desta vez, pelo ITF W80 de Macon, na Geórgia. A atual 94ª do ranking mundial e número 1 do Brasil não tomou conhecimento da suíça Leonie Kung (#171) e venceu por 2 sets a 0, parciais de 6/0 e 6/4. Antes disso, a medalhista olímpica Laura Pigossi também começou com o pé direito no simples do W25 de Rio do Sul, em Santa Catarina, ao passar sem dificuldades pela compatriota Julia Konishi por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/0.

Laura Pigossi disputa torneios de nível ITF pela América do Sul — Foto: Luiz Candido / Luz Press

Laura Pigossi disputa torneios de nível ITF pela América do Sul — Foto: Luiz Candido / Luz Press


Na Colômbia, Matheus Pucinelli chegou a sua 70ª vitória na temporada depois de vencer o anfitrião do Challenger de Bogotá, Alejandro Gonzalez, por 2 sets a 1, parciais de 6/7 (3), 6/1, 6/2, pelas oitavas de final. O próximo adversário do brasileiro, que saltou da 679ª posição no ranking no início do ano para o 287º posto, será o holandês Jesper De Jong.

Enquanto Pucinelli avança na Colômbia, Thiago Monteiro também amplia seu caminho na Argentina. Pelas oitavas de final do Challenger de Buenos Aires, o brasileiro, cabeça de chave número 1 do torneio, emendou a segunda vitória ao bater o anfitrião Nicolás Kicker por 2 sets a 0, parciais de 6/2, 6/3.

Meligeni e Demoliner ficam pelo caminho

 

Se por um lado a quarta-feira rendeu vitórias para alguns brasileiros, outros não tiveram a mesma sorte. Foi o caso de Marcelo Demoliner, que ao lado do neozelandês Marcus Daniell, medalhista olímpico em Tóquio, perdeu para o uruguaio Ariel Behar e o equatoriano Gonzalo Escobar por 2 sets a 0, parciais de 6/3, 6/7 (3) e 10/7, na estreia do ATP 250 de Moscou.

Mesmo desfecho teve Felipe Meligeni. Depois de terminar com o vice-campeonato do Challenger de Santiago, no Chile, na última semana, o brasileiro levou a virada do boliviano Hugo Dellien e se despediu do Challenger de Buenos Aires nas oitavas de final ao perder por 2 sets a 1, parciais de 3/6, 7/5 e 7/6.

.
.
.
Globo Esporte

mais lidas