Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Marina Silva diz que eleições de 2014 foram ‘fraude’ de partidos que usaram dinheiro de caixa 2 e abusaram da ‘violência política’

Publicado

em

Marina Silva diz que eleições de 2014 foram 'fraude' de partidos que usaram dinheiro de caixa 2 e abusaram da 'violência política'

Candidata da Rede foi entrevistada nesta quinta (13) pelo G1 e pela rádio CBN. Presidenciável também prometeu, se eleita, construir 1,5 milhão de painéis solares e criar fazendas de energia eólica.

A candidata da Rede ao Palácio do Planalto, Marina Silva, afirmou nesta quinta-feira (13), em entrevista ao G1 e à rádio CBN, que as eleições de 2014 foram uma “fraude” de partidos que usaram dinheiro de caixa 2 e abusaram da “violência política”. Marina foi derrotada na última eleição presidencial, terminando a corrida eleitoral na terceira colocação, atrás de Dilma Rousseff (PT) – que acabou reeleita – e de Aécio Neves (PSDB).

Segundo a presidenciável da Rede, o acirramento deflagrado na última eleição desencadeou uma onda de violência na política, que teve como desdobramento o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), dois atentados contra apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a agressão à faca contra o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro.

Candidata da Rede fala sobre tom da campanha, apoio ao PSDB e queda nas pesquisas

Candidata da Rede fala sobre tom da campanha, apoio ao PSDB e queda nas pesquisas

“As eleições de 2014 foram uma fraude. Uma fraude praticada pelos partidos que usaram dinheiro do caixa 2, que abusaram do poder econômico e da violência política”, declarou a candidata da Rede.

“Aliás, violência política que começou em palavras e agora se traduz em ato. Porque quando a gente se omite com violência política, quando ela inicia na forma de desconstrução de biografias, na calúnia, na difamação, a consequência é a evolução disso, é transformar a violência em ato, em eliminação do adversário. […] O Brasil precisa sair desse ciclo perverso de polarização. Do discurso fácil, da mentira e da inquisição”, complementou.

Energia limpa
Presidenciável fala sobre partidos pequenos e energia renovável

Presidenciável fala sobre partidos pequenos e energia renováve

Pinga-fogo

Marina responde às perguntas do ‘pinga-fogo’

Marina responde às perguntas do ‘pinga-fogo’

É a favor de parceria público privada?

A favor

A favor de imposto sobre grandes fortunas?

Sim

A favor do voto obrigatório?

Em termos

A favor da prisão após condenação em segunda instância?

Sim

A favor do foro privilegiado?

Não

A favor de mensalidade nas universidade públicas?

Não

A favor de taxação de igrejas?

Não entendo o que significa taxação. Eu vou responder como Jesus: ‘A César o que é de César, e a Deus o que é de Deus’

A favor de dimunuir o número de ministérios?

Sim

A favor da adoção de crianças por casais homossexuais?

Se o casal estiver apto, pode ser hetero ou homoafetivo, o que importa é a criança

Marina fala sobre segurança pública, homicídios e violência contra a mulher

Marina fala sobre segurança pública, homicídios e violência contra a mulher

Parte 6: Marina Silva fala sobre saúde e redução do desemprego

Parte 6: Marina Silva fala sobre saúde e redução do desemprego

Todas as entrevistas com os candidatos à Presidência serão transmitidas simultaneamente pelo G1 e pela CBN, das 8h às 9h, e contarão com perguntas de leitores do portal e ouvintes da rádio.

No dia 3, o deputado Cabo Daciolo, candidato a presidente pelo Patriota, não compareceu à entrevista marcada na rádio CBN, em São Paulo. Jair Bolsonaro, do PSL, não pode comparecer ao estúdio da CBN, onde ocorreria a entrevista, porque continua internado em um hospital.

A ordem das entrevistas, definida em sorteio, é:

3/9 – Cabo Daciolo (Patriota) – Não comparaceu

4/9 – Geraldo Alckmin (PSDB)

10/9 – Henrique Meirelles (MDB)

11/9 – Vera Lúcia (PSTU)

12/9 – Jair Bolsonaro (PSL) – Não comparaceu

13/9 – Marina Silva (Rede)

14/9 – João Goulart Filho (PPL)

17/9 – Guilherme Boulos (PSOL)

18/9 – Fernando Haddad (PT)

19/9 – Ciro Gomes (PDT)

20/9 – Alvaro Dias (Podemos)

G1 E CBN ENTREVISTAM MARINA SILVA

mais lidas