Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Marília terá ações no “Julho Amarelo” para prevenção às hepatites virais

Publicado

em

Marília terá ações no “Julho Amarelo” para prevenção às hepatites virais

A Campanha “Julho Amarelo”, está sendo preparada pela prefeitura de Marília. Durante todo o mês será intensificado o diagnóstico, prevenção e iniciativas de Educação em Saúde em relação às Hepatites Virais.

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde, o município notificou 58 novos casos nos últimos 18 meses. Foram 43 notificações em 2017 e 15 neste ano.

A enfermeira Alessandra Pereira dos Santos, responsável pelo programa de Prevenção às ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e Aids, explica que o diagnóstico e o tratamento são fundamentais.

“Quando é feito o diagnóstico, essa pessoa tem a oportunidade de iniciar o tratamento. Saber se tem ou não a doença é também importante para o controle, uma vez que a transmissão ocorre, principalmente, em relações sexuais desprotegidas”, explica.

Faixas foram afixadas nos principais corredores comerciais e acessos às regiões mais populosas da cidade. Os dizeres chamam a atenção para o fato de que a doença é silenciosa e perigosa; portanto, ninguém pode ficar na dúvida: é preciso fazer o teste.

O teste rápido é seguro, sigiloso e está sendo ofertado nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e USFs (Unidades Saúde da Família). No total, são pelo menos 49 locais no município, além do SAE/CTA (Serviço de Atendimento Especializado/Centro de Testagem e Aconselhamento), referências em infecções sexualmente transmissíveis.

A INFECÇÃO

As hepatites virais são provocadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E, o último mais frequente na África e na Ásia. No Brasil, o Ministério da Saúde estima que milhões de pessoas podem ter os vírus B ou C no organismo, sem ter nenhum sintoma.

As hepatites causam a inflamação do fígado por ação viral, devido ao uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas. Doenças autoimunes, metabólicas e genéticas também podem ser causa da doença. A transmissão varia de acordo com o vírus, podendo ocorrer por contato sexual, exposição vertical (mãe/filho), contato com objetos contaminados, fecal/oral e acidentes biológicos em geral.

Os testes rápidos para Hepatites têm função de triagem. Em caso de resultado positivo, é necessária a realização de exame laboratorial, garantido pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

 

mais lidas