Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Maratona faz Palmeiras se preocupar com questão física para jogos decisivos

Publicado

em

Maratona faz Palmeiras se preocupar com questão física para jogos decisivos

Time atuou 15 vezes desde a chegada de Abel Ferreira, maior número em relação aos concorrentes nacionais

 

São 15 jogos em praticamente 50 dias. Aproximadamente uma partida a cada três dias. A maratona começa a fazer a diferença na preparação do Palmeiras para os confrontos decisivos por Copa do Brasil e Libertadores.

No empate por 1 a 1 diante do América-MG, por exemplo, os costumeiramente titulares Matías Viña e Luan acabaram como opções no banco; o uruguaio chegou a entrar no segundo tempo do duelo disputado no Allianz Parque.

Entre os postulantes aos títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil, ninguém atuou mais do que o Palmeiras. Desde a estreia de Abel Ferreira em 5 de novembro, o time entrou em campo 15 vezes, mesmo número de Grêmio e América-MG, que também se encontra na disputa pelo título da Série B do Campeonato Brasileiro.

Outro brasileiro vivo na semifinal da Libertadores, o Santos disputou 12 jogos nesse período. Entre os principais concorrentes do título do Brasileirão, o São Paulo atuou em 14 oportunidades, enquanto o Flamengo, eliminado das Copas, soma 11. A conta é ainda menor quando se fala do Atlético-MG: apenas oito partidas.

O próprio Abel Ferreira, perguntado sobre, admitiu que precisa administrar a questão física dos jogadores para definir quem começa as partidas do Palmeiras. O treinador conta com o suporte do departamento médico e fisiológico do clube.

— Se estão no Palmeiras é porque são bons. Todos estão prontos para servir a equipe. Não gosto de utilizar titulares e outros. Se estão aqui, o Palmeiras conta com todos. Não há outra forma de gestão com calendário congestionado. Isso nos leva a pensar dessa forma. Hoje não deu para ganhar, vamos pensar no próximo jogo — afirmou Abel Ferreira.

— Gosto que façam críticas construtivas quando falam sobre ter tirado alguém, mas perguntam da capacidade física. Essa é minha função, é decidir. Outro dia estava em casa com a minha empregada e ela deixou um bilhete com o time que ia jogar. Mas quem escala sou eu, quem treina o time sou eu. Não é estar em casa no sofá e falar quem tem de jogar — acrescentou o treinador.

Abel Ferreira tem encarado uma maratona desde a chegada ao Palmeiras — Foto: Marcos Ribolli

Abel Ferreira tem encarado uma maratona desde a chegada ao Palmeiras — Foto: Marcos Ribolli

 

O Palmeiras terá pouco descanso nesta semana de Natal e posteriormente na de Ano Novo. O time treinou na manhã deste dia 24 na Academia de Futebol e já mira o duelo de domingo, às 18h15 (de Brasília), contra o Red Bull, pelo Campeonato Brasileiro.

Depois, no dia 30, a equipe de Abel Ferreira decide o futuro na Copa do Brasil contra o América-MG. Após o 1 a 1, o Palmeiras precisa vencer no Independência, em Belo Horizonte, para ir à final da competição.

Passadas as festas de fim de ano e a decisão sobre o futuro na Copa do Brasil, o início de 2021 apresenta o confronto mais importante da temporada até aqui: em 5 de janeiro, o Palmeiras começa a disputa da semifinal da Libertadores contra o River Plate, na Argentina.

.

.

.

GE – Globo esporte

mais lidas