Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Colunistas

Manual das Fake News

Publicado

em

marcelo emerson

Por Marcelo Emerson

Manual das Fake News

 

Em meio à pandemia de COVID-19, vivemos também um surto de uma enfermidade social: a ampla disseminação das FAKE NEWS.

Para o Dicionário Cambridge, FAKE NEWS são “histórias falsas que, ao manterem a aparência de notícias jornalísticas, são disseminadas pela Internet (ou por outras mídias), sendo normalmente criadas para influenciar posições políticas, ou como piadas”.

As notícias falsas sobre questões de saúde proliferam como praga, principalmente em razão da popularização das redes sociais.

Pensando nisso, o grupo de divulgação científica VIDYA ACADEMICS, formado por alunos e professores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (USP) em parceria com o Pretty Much Science, projeto de divulgação científica que reúne cientistas de todo o mundo criaram o CORONAVÍRUS – MANUAL DE FAKE NEWS.

Os grupos identificaram 13 padrões encontrados em FAKE NEWS: 1. Procuram causar reações emocionais fortes; 2. Apelo religioso; 3. Denunciam uma suposta omissão de fatos pela mídia; 4. Descredibilização de autoridades em saúde; 5. Valorização do que é controverso; 6. Uso excessivo de CAPS LOCK; 7. Não citam fontes, e quando citam, não há links; 8. Uso da experiência pessoal acima das evidências científicas; 9. Uso excessivo de emojis; 10. Afirmações inéditas; 11. Erros de português; 12. Apelam ao “controle das massas” por entidades fantasiosas; e 13. Misturam informações corretas para aumentar a credibilidade do conteúdo.

Todos aqueles comprometidos com o conhecimento de qualidade devem se dedicar para o aperfeiçoamento do debate público. Como dizem os grupos citados acima, é preciso propagar “imunidade informativa”. Por isso, vou trazer para essa coluna outros esclarecimentos que constam do MANUAL DE FAKE NEWS. Acompanhem nas próximas semanas.

 

 

________________

*Marcelo Emerson – Mestre em Direito da Sociedade da Informação com especialização em Direito Constitucional (PUC/SP).

mais lidas