Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Maia diz que “não tem perfil” para sair como candidato à presidência em 2022

Publicado

em

Maia diz que “não tem perfil” para sair como candidato à presidência em 2022

Presidente da Câmara afirma que não tem carisma e por isso segue com melhor desempenho em atividades parlamentarista

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumiu que “não tem perfil” para sair como candidato à Presidência da República em 2022, mas garante que o DEM vai ter um elegível de Centro para concorrer na disputa. Com críticas ao ex-ministro da Justiça Sergio Moro , Maia citou na noite desta segunda-feira (3) durante o programa Roda Viva, quem poderão ser os candidatos do Democratas.

“Acho que DEM tem que ter candidato a presidente. Tem [Henrique] Mandetta , tem o prefeito de Salvador. ´Acho que nós [do DEM] precisamos construir um caminho que saia dessa polarização que tenha como foco fazer o certo e reformar o estado brasileiro que seja menos desigual e gere mais oportunidades”.

O presidente da Câmara reconheceu que “toda pessoa que está na política tem sonho, e a presidência é um deles”. Ao mesmo tempo, disse que por não ser carismático, seu perfil seria mais indicado para o sistema parlamentarista.

Meio Ambiente e prejuízos econômicos

Quando questionado sobre as políticas do governo do presidente Jair Bolsonaro que prejudicam a imagem da gestão, Maia citou com ressalvas a questão ambiental.

Crítico assumido sobre a pauta do meio ambiente gerido pelo Governo Bolsonaro, o presidente da Câmara diz que não adianta pensar sobre a saída do ministro da pasta, Ricardo Salles , sem mudar os direcionamentos da gestão.

“Mais do que a preocupação se o Ricardo [Salles] deve ou não ficar, devemos pensar a narrativa. Se o governo vai ter uma agenda onde reafirme a importância da preservação dos nossos biomas , principalmente da floresta amazônica”.

E complementou: “Eu acho que nós precisamos ter convergência com Mourão e com Teresa Cristina. Os investidores determinaram que a preservação ambiental é uma pauta para decidir investimentos”.

Maia disse que caso o governo Bolsonaro continue seguindo a mesma linha sobre o meio ambiente, o desemprego vai crescer e o país vai ter dificuldades. “É uma agenda suicida”.

 

 

iG

mais lidas