Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Mãe é acusada de agredir bebê de 5 meses nas costas e braços em Garça

Publicado

em

Mãe é acusada de agredir bebê de 5 meses nas costas e braços em Garça

Criança e outros dois irmãos, de 2 e 5 anos, foram levados para um abrigo da cidade. Mulher vai responder por lesão corporal na Justiça.

Um bebê, de 5 meses, foi encontrado com hematomas nas costas e braços, neste domingo (24), em Garça (SP). De acordo com a Polícia Militar, a menina foi agredida pela própria mãe e precisou ser levada, junto com outros dois irmãos, para um abrigo da cidade.

Os policiais foram acionados pelos vizinhos, que se assustaram com o choro da criança. Ao chegarem no local, encaminharam a mãe e o bebê para uma unidade de pronto-atendimento.

No local, a mulher, de 31 anos, precisou ser medicada com sedativos, pois estava muito agressiva. Em seguida, ficou internada em observação e, durante a tarde, foi liberada.

“Houve um pouco de dificuldade, mas ela [mãe] acabou entregando a criança para uma vizinha. Ela estava visivelmente sob o efeito e entorpecentes e bebida alcóolica”, afirma o sargento Thiago dos Santos Diniz.

A criança passou por um exame de raio-X, que confirmou as agressões e descartou possíveis fraturas. Em seguida, a menina foi levada para o abrigo.

Segundo o Conselho Tutelar, que já acompanhava o caso, a mulher tem cinco filhos, mas só três moravam com ela: além do bebê, duas crianças de 2 e 5 anos, que também apresentavam marcas no corpo e disseram ter presenciado as agressões.

Na manhã desta segunda-feira (25), os irmãos devem passar por exames para confirmar se as agressões foram provocadas pela mãe ou não.

As três crianças seguem no abrigo enquanto o Conselho Tutelar procura algum familiar para cuidar delas. A mãe vai responder por lesão corporal na Justiça. A Polícia Civil acompanha o caso.

Nas imagens, é possível ver marcas roxas nas costas da criança (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Nas imagens, é possível ver marcas roxas nas costas da criança (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

mais lidas