Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Mundo

Kremlin vê algum espaço para diálogo após resposta dos EUA

Publicado

em

Kremlin vê algum espaço para diálogo após resposta dos EUA

Segundo porta-voz, Moscou levará tempo para analisar resposta

O governo russo disse nesta quinta-feira (27) que há espaço para continuar o diálogo com os Estados Unidos (EUA), mas que parece claro que as principais exigências de segurança da Rússia não foram levadas em conta por Washington.Kremlin vê algum espaço para diálogo após resposta dos EUAKremlin vê algum espaço para diálogo após resposta dos EUA

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que Moscou não se apressará em tirar conclusões depois que os EUA responderam formalmente ontem às suas propostas para o redesenho dos arranjos de segurança na Europa após a Guerra Fria.

Descrevendo as tensões no continente como reminiscências da Guerra Fria, Peskov disse que Moscou levará tempo para analisar a resposta dos EUA.

Acrescentou que é do interesse tanto de Moscou quanto de Washington continuar o diálogo, embora as observações dos Estados Unidos e da aliança militar Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) sobre as principais exigências da Rússia sejam inaceitáveis e não deixem muito espaço para otimismo

“Com base no que nossos colegas disseram ontem, é absolutamente claro que, nas principais categorias delineadas nesses projetos de documentos, não podemos dizer que nossas reflexões foram levadas em conta ou que foi demonstrada vontade de levar nossas preocupações em conta”, disse Peskov. “Mas não nos apressaremos com as avaliações”.

Em comentários separados, o principal diplomata russo afirmou que havia esperança de iniciar diálogo sério, mas apenas sobre questões secundárias e não sobre as fundamentais, relataram agências de notícias russas.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, decidirá sobre os próximos passos do país com relação às respostas escritas dos EUA e da Otan, entregues ontem, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

.

.

.

.

REUTERS

mais lidas