Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Justiça de SP libera entrada de crianças de 6 a 11 anos no Sambódromo do Anhembi

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu liberar a entrada de crianças com mais de 6 anos no Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, para os ensaios e desfiles das escolas de samba do carnaval 2022.

Será exigido comprovante com esquema vacinal completo contra a Covid-19. A entrada de crianças menores de 5 anos, no entanto, continua proibida.

Em portaria publicada nesta segunda-feira (21), a juíza Fátima Pereira da Costa e Silva, da Vara da Infância e Juventude de Santana, voltou atrás de uma decisão de janeiro que proibia a entrada das crianças no evento.

A medida havia sido tomada quando a vacinação a Covid-19 para essa faixa etária ainda não estava disponível no estado de São Paulo. Com o avanço da imunização, a magistrada decidiu rever a proibição anterior.

Integrantes de escola de samba pendem a liberação de crianças nos desfiles em SP.  — Foto: Divulgação/Liga-SP

Integrantes de escola de samba pendem a liberação de crianças nos desfiles em SP. — Foto: Divulgação/Liga-SP

“Há informação de que a cidade de São Paulo, desde fevereiro de 2022, vem vacinando crianças de 5 a 11 anos. Em 20 de fevereiro de 2022 foi noticiado, na grande mídia, que 74% das crianças já estavam com a primeira dose da vacina contra COVID. A segunda dose também já foi iniciada. Desta forma, desde que com o ciclo vacinal completo, não há óbice para participação de crianças de 6 a 11”, afirmou no documento.

De acordo com a nova portaria, crianças e adolescentes de 6 a 17 anos poderão participar dos desfiles e ensaios nas arquibancadas e na pista desde que devidamente autorizados ou acompanhados pelos responsáveis.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram aplicadas até esta terça-feira (22) doses equivalentes a mais 100% da população de 12 a 17 anos da cidade, completando o esquema vacinal.

Já em crianças de 5 a 11 anos, foram aplicadas 905 mil primeiras doses, representando cobertura vacinal de 83,6%. Também foram aplicadas 419 mil segundas doses, em 38,7% dessa parcela da população.

.

.

.

.

.

G1

mais lidas