Artigos Colunistas

João Octaviano: Ações que salvam vidas

Redação
Escrito por Redação

Ações que salvam vidas

Uma boa notícia que merece ser comemorada. O Estado de São Paulo contabilizou o menor número de acidentes e mortes no trânsito desde 2015 nas rodovias paulistas. O índice histórico foi registrado nos primeiros oito meses deste ano, quando houve quase 20% a menos de fatalidades, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados do Infosiga reforçam a principal preocupação do Governo Paulista: garantir a segurança de todos os usuários.

A comemoração merece destaque, sobretudo neste momento especial pelo qual estamos passando, em que menos acidentes de trânsito, significam mais leitos livres para atender pacientes do coronavírus.

Neste sentido, o Governo do Estado de São Paulo não mede esforços e mantém inúmeras ações pela Secretaria de Logística e Transportes em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Polícia Militar Rodoviária, Artesp e concessionárias de rodovias. Temos, atualmente, 132 obras em andamento em todo o Estado que somam R$ 5,3 bilhões em investimentos.

A modernização e melhoria dos mais de 1.500 quilômetros de estradas estão diretamente ligadas à segurança da população e, o mais importante, à preservação das vidas. Além das obras em andamento, estamos realizando a licitação de um pacote de investimentos que somam R$ 1,1 bilhão, financiados pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Serão mais 155 quilômetros revitalizados em dez rodovias do nosso Estado.

Oferecer boas estruturas e mecanismos de proteção viária são papeis fundamentais do poder público – e os números mostram que estamos no caminho certo – mas é preciso que toda a população também esteja engajada. Por isso, a nossa participação na Semana Nacional do Trânsito, que vai de 18 a 25 de setembro, é marcada por campanhas educativas que buscam alertar a sociedade para a importância da redução do número de acidentes e mortes no trânsito. Todas as ações, nesta semana, têm estes objetivos: conscientização, educação e informação.

Por causa da pandemia, não poderemos promover atividades presenciais. Assim como foi no Maio Amarelo, a campanha será toda pela internet e nos painéis de mensagens variáveis espalhados pelas rodovias.

Vamos reforçar a importância das nossas escolhas para um trânsito mais seguro promovendo discussões online com especialistas, além de ressaltar as mensagens fundamentais, como, por exemplo, respeitar os limites de velocidade, não dirigir após beber, não ultrapassar o semáforo vermelho ou atravessar fora da faixa e sempre respeitar pedestres e ciclistas. São decisões conscientes que têm grande potencial de preservar a vida: a sua e a do próximo.

João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logística e Transportes

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: