Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Mundo

Itália proíbe não vacinados contra Covid a viajar de avião

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

O governo da Itália introduziu novas restrições para as pessoas que não estão vacinadas contra a Covid-19, e a partir desta segunda-feira (10) elas não poderão entrar em restaurantes nem viajar de avião dentro do país.

Na semana passada, o governo já havia tornado obrigatória a vacinação para as pessoas maiores de 50 anos. e as máscaras do tipo PFF2 são obrigatórias em teatros, cinemas, estádios e no transporte público.

As novas restrições para os não vacinados foram adotadas devido ao aumento dos contágios (inclusive entre crianças). Mas as pessoas que se recuperaram recentemente de uma infecção pelo vírus estão isentas das medidas.

O governo também manteve a reabertura das escolas nesta segunda, apesar do pedido dos diretores das escolas e do sindicato de médicos para que a volta às aulas fosse adiada em pelo menos 15 dias.

O virologista Massimo Galli, do Hospital Sacco de Milão, classificou a abertura das escolas como uma decisão “imprudente e injustificada”. Walter Ricciardi, especialista em saúde pública, classificou a situação como “explosiva”.

Covid-19 na Itália

 

Primeiro país europeu a ser duramente afetado pelo coronavírus, no início de 2020, a Itália já registrou 7,55 milhões de casos e 139 mil mortes causadas pela Covid-19.

Foram 101.762 novos infectados nesta segunda (10), contra 155.659 no domingo (9), segundo o Ministério da Saúde. O número de mortes aumentou de 157 para 227.

Equipe médica observa paciente em UTI para doentes com Covid-19 no Instituto de Cardiologia Clínica (ICC) em Roma, na Itália, em 30 de dezembro de 2021 — Foto: Alberto Pizzoli/AFP

Equipe médica observa paciente em UTI para doentes com Covid-19 no Instituto de Cardiologia Clínica (ICC) em Roma, na Itália, em 30 de dezembro de 2021 — Foto: Alberto Pizzoli/AFP

O país tem atualmente 16.340 pacientes hospitalizados com Covid-19 na enfermaria, contra 15.647 no dia anterior. O número de internados na UTI aumentou de 1.595 para 1.606.

Mais de 86% da população com mais de 12 anos está completamente vacinada e quase 75% das pessoas elegíveis já receberam uma dose de reforço.

Além disso, cerca de 15% das crianças de 5 a 11 anos receberam a primeira dose até o momento (a vacinação desta faixa etária começou em 15 de dezembro).

Menino recebe dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em Roma, na Itália, em 15 de dezembro, dia que marcou o início da vacinação de crianças contra a doença na Europa. — Foto: Andrew Medichini/AP

Menino recebe dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em Roma, na Itália, em 15 de dezembro, dia que marcou o início da vacinação de crianças contra a doença na Europa. — Foto: Andrew Medichini/AP

.

 

 

.

 

.

 

 

G1

mais lidas