Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Grávida baleada na cabeça vai para casa depois de 60 dias de internação

Publicado

em

Grávida baleada na cabeça vai para casa depois de 60 dias de internação

Thayza Vilas Boas perdeu todos movimentos do corpo após tiro, no Paraná.
Irmão foi preso e confessou ter atirado contra ela por estar drogado.

Thayza Vilas Boas, a grávida de 22 anos baleada na cabeça no dia 11 de julho em Tapejara, no noroeste do Paraná, foi levada para casa no fim da manhã desta sexta-feira (9) após 60 dias de internação, de acordo com o Hospital Norospar, onde ela estava.

O irmão dela, Danilo Emanuel Vilas Boas, foi preso em 18 de agosto e confessou ser o autor do disparo. Em depoimento, ele disse que estava drogado no dia do crime e confundiu a irmã com o namorado dela, com quem tem problemas de relacionamento.

Thaysa estava grávida de sete meses, de uma menina, e saía de casa para ir a um consulta pré-natal quando foi baleada. Elas foram levadas com pressa para o hospital. Os médicos fizeram uma cesárea de emergência, mas o bebê morreu quatro dias depois, depois de uma parada cardiorrespiratória.

Atualmente, a mulher tem estado considerado estável pelos médicos. Ela respira normalmente, mas perdeu todos os movimentos do corpo, apresenta espasmos e só é alimentada por meio de sonda.

Ela foi levada para o cuidado da avó, Cleonice Paio Lopes, na casa dela, em Tapejara. Lá, um quarto com cama hospitalar foi preparado para recebê-la. O tratamento diário, diz a família, será acompanhado por um profissional de saúde contratado.

“Estamos felizes, sim. Temos que agradecer a Deus. Ela estar viva já é um milagre. Queremos mais e vamos esperar no Senhor”, disse a avó.

mais lidas