Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Governo de SP prorroga gratuidade do Bom Prato até fim de agosto para pessoas em situação de rua do estado

Publicado

em

Governo de SP prorroga gratuidade do Bom Prato até fim de agosto para pessoas em situação de rua do estado

Desde o início da pandemia, as 59 unidades da rede em todo o estado já serviram mais de 45,7 milhões de refeições, sendo 950 mil gratuitamente.

Os restaurantes Bom Prato vão seguir servindo refeições gratuitas para pessoas em situação de rua durante o mês de agosto. A informação foi dada exclusivamente pela Secretaria de Desenvolvimento Social ao G1 na manhã desta quinta-feira (22).

Desde o início da pandemia, as 59 unidades da rede em todo o estado já serviram mais de 45,7 milhões de refeições, sendo 950 mil gratuitamente.

A gratuidade já foi prorrogada quatro vezes desde o início da pandemia de Covid-19. A última vez foi em abril, quando o governador João Doria (PSDB) anunciou nova extensão do programa de gratuidade até 31 de julho.

Com a ampliação anunciada nesta quinta (22), moradores de rua cadastrados seguem tendo a gratuidade garantida por três refeições diárias. Para os demais grupos, as refeições são cobradas: de segunda a sexta-feira, custa R$ 1 o almoço e o jantar e R$ 0,50 o café da manhã para todos os usuários. Crianças de até 6 anos não pagam.

Moradores do Grajaú, na Zona Sul da capital paulista, estavam preocupados com o fim do benefício. Por causa da crise econômica causada pela pandemia de Covid-19, muitos perderam o emprego e a renda.

 Bom Prato  — Foto: Divulgação
Bom Prato — Foto: Divulgação

A rede Bom Prato fornece 115 mil refeições por dia e 3,4 milhões de refeições por mês no estado, segundo a Secretaria de Assistência Social. O funcionamento é ininterrupto, sete dias por semana, inclusive aos finais de semana e feriados.

Os restaurantes Bom Prato voltaram a oferecer jantar todos os dias, além de refeições aos fins de semana e feriados no início de março. O serviço havia sido suspenso em 28 de fevereiro e foi retomado, segundo o governo do estado de São Paulo, devido ao agravamento da pandemia de coronavírus.

.

.

.

.

.

.

G1

mais lidas