Dia a Dia

Governo de SP anuncia R$ 225 milhões na economia por conta do COVID-19

Redação SP
Escrito por Redação SP

Governo de SP anuncia R$ 225 milhões para reduzir o impacto na economia por conta do COVID-19
Foi instituída pelo governo de SP, nesta sexta, uma comissão econômica para avaliar e monitorar todos os impactos causados no setor pelo Coronarírus.

por Daiani Mistieri

 

Com a finalidade de acompanhar, e reagir, por meio de monitoramento a geração de emprego e renda no estado de SP, o Governador João Doria instituiu uma comissão econômica e promete injetar R$ 225 milhões na economia e buscando barrar grandes impactos na setor causados pelo vírus do COVID-19.
“Reagir à crise sob o ponto de vista econômico é mais uma medida de ação do governo que tem buscado atuar de maneira pragmática sempre fundamentada em fatos e não em suposições às ações causadas pela crise”, afirmou Doria ao apresentar a comissão.
Segundo o Secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, por parte da secretaria serão disponibilizados R$ 200 milhões para micro, pequenas e médias empresas nesta primeira etapa visando a prevenção e incentivo, ofertando assim, condições de fluidez no mercado.
A Desenvolve SP apresentou a redução de juros para 1,20% ao mês, além do aumento no prazo de financiamento para 36 meses, que estará disponível para empresas com faturamento de R$ 81 mil até R$ 300 milhões ao ano.

Já o Desenvolve SP vai ofertar R$ 25 milhões por meio de financiamento junto ao Banco do Povo que é voltado exclusivamente ao micro e pequeno empreendedor, também com a proposta de redução dos juros de 1% para 0,35% ao mês e com prazo igualmente estendido de 24 para 36 meses no financiamento.

“Com estas novas medidas, são criadas condições mais favoráveis, apoiando o micro, pequeno, médio empresários e empreendedores com condições mais acessíveis das dispostas no mercado financeiro”, conclui Meirelles.

Patrícia Ellen, Secretária de Desenvolvimento Econômico, orienta que os atendimentos terão prioridades para municípios que apresentem caso de Coronarírus, além da capital, na qual neste momento apresenta a maior concentração de casos confirmados.

Abastecimento

Atendendo a uma demanda já prevista da população ao que se refere ao abastecimento durante a pandemia, a comissão criou como uma das primeiras ações a interlocução junto aos setores responsáveis. Segundo Wilson Mello da InvestSP, no início da próxima semana o grupo irá se reunir com a APAS – Associação Paulista dos Supermercados, ABIA – Associação Brasileira da Indústria de Alimentos, ABIHPEC – Associação Brasileira da Industria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, além da área de medicamentos que envolve o varejo e indústria farmacêutica.
Mello ainda afirmou que não há nenhum indício de problemas com o abastecimento no estado de São Paulo. “Estamos nos antecipando à situação para criar condições de planejamento e evitar colapsos no setor.

A Comissão Econômica é formada pelo Vice-Governador Rodrigo Garcia – que também é Secretário de Governo –, os Secretários de Estado Henrique Meirelles (Fazenda e Planejamento) e Patricia Ellen (Desenvolvimento Econômico), o Presidente da Desenvolve SP, Nelson de Souza, e o Presidente da InvestSP, Wilson Mello.

Serviço do Banco do Povo:
O atendimento na capital será realizado nas unidades do Centro (Rua Boa Vista, 170) e de Paraisopólis (Rua Ernest Renan, 1366). Nos demais municípios, os interessados devem se informar nas agências conveniadas ou no site www.bpp.sp.gov.br/bancodopovo.

Sobre o autor

Redação SP

Redação SP

%d blogueiros gostam disto: