Siga nossa Redes

Esportes

Gómez recorda infância e diz que disputar final de Libertadores pelo Palmeiras é um sonho

esportes

Publicado

em

Zagueiro paraguaio deve ser o capitão do time de Abel Ferreira contra o Santos, no sábado

O Palmeiras tem em Gustavo Gómez um dos seus principais destaques do time que no próximo sábado vai decidir a Libertadores contra o Santos, às 17h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. E a final da competição sul-americana mexe com o paraguaio.

Capitão do Verdão, Gómez disse em entrevista para a Conmebol que a chance de disputar uma decisão de Libertadores com a camisa palmeirense é um sonho que será realizado. Ele está no clube desde 2018, quando disputou as semifinais naquela temporada.

– É um sonho, um dos jogos mais importantes que já joguei. Para o clube também, chegar depois de muitos anos a uma final de Libertadores. Sabemos da importância, acredito que a equipe está se preparando e vem bem – afirmou.

Gustavo Gómez, do Palmeiras, em ensaio para a final da Libertadores — Foto: Divulgação / Conmebol

– É um orgulho jogar uma final. Minha família está feliz. As pessoas do Paraguai também estão contentes de um compatriota estar na final. Oxalá possamos levantar o troféu desse título tão importante da Libertadores e dedicar também a todos do Paraguai que sempre me apoiaram… Vamos fazer todo o possível, estamos mentalizados e nos preparando da melhor maneira para poder encarar a partida com muita seriedade e fazer o possível para conquistar o título – acrescentou.

Nascido no Paraguai, o zagueiro recordou também da infância, quando o Olímpia conquistou a Libertadores de 2002, em decisão contra o São Caetano. Na edição de 2020, o paraguaio participou dos 12 jogos da equipe alviverde na campanha e marcou dois gols.

– Você sempre trabalha pelos sonhos. Graças a Deus, com dedicação e ajuda da minha equipe, das pessoas que estão ao meu lado, vou realizando coisas a que me proponho. A ideia quando vim para cá era essa, chegar numa final de Libertadores. Estamos perto do campeonato, estamos a 90 minutos. Vamos fazer todo o possível para poder ganhar.

– Recordo quando era pequeno e estava na minha cidade, em San Juan Bautista, e como não entendia não recordo de muitas coisas, mas se escutava os fogos, as bombas de quando o Olímpia foi campeão em 2002. De muito pequeno escutei falar de muitos torneios, mais da Libertadores. Por sorte agora essas lembranças estão vindo na minha cabeça. Estou com muita expectativa de poder ganhar a Libertadores.

O Palmeiras treinou nesta quarta-feira em São Paulo e já seguiu para o Rio de Janeiro. A delegação está na cidade carioca, onde vai finalizar sua preparação para o clássico contra o Santos.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas