Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Fumaça da Austrália deve cobrir parte do Brasil nesta terça; veja imagens

Publicado

em

Fumaça da Austrália deve cobrir parte do Brasil nesta terça; veja imagens

A fumaça deve alcançar o Rio Grande do Sul nesta terça (7), vai seguir o trajeto do fluxo de ar que corre de oeste para o leste e não deve tocar o chão

A fumaça dos incêndios da Austrália cruzou o Oceano Pacífico e cobriu parte do Chile e da Argentina. Imagens de satélite da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOOA), dos Estados Unidos, identificaram nesta segunda-feira (6) o fenômeno. A contaminação deve chegar ao Rio Grande do Sul ainda nesta terça-feira (7).

Duas colunas de fumaças estão se deslocando na atmosfera, de acordo com o satélite GOES, da agência estadunidense. O Climatempo informou que as colunas de fumaça não vão afetar o regime de chuvas ou a temperatura do Rio Grande do Sul, mas será possível ver o céu mais avermelhado durante o pôr do sol, de acordo com informações do G1.

incêndio na austrália

Divulgação / NOOA Imagem de satélite mostra coluna de fumaça dos incêndios na Austrália cobrindo Chile e Argentina

A trajetória dos ventos está varrendo a fumaça da Austrália para a América do Sul . O Climatempo informou, ainda, que a fumaça faz esse percurso quando alcança altitudes acima dos 5km. A fumaça vai seguir o trajeto do fluxo de ar que corre de oeste para o leste e não deve tocar o chão.

Os riscos gerados pela fumaça que pode chegar ao Brasil ainda nesta terça-feira (7) é de contaminar reservatórios de água, açudes e provocar chuvas ácidas durante o caminho.

Incêndios na Austrália

O foco das queimadas na Austrália começou em setembro de 2019. O país vive um dos mais acentuados incêndios florestais dos últimos anos. O fenômeno acontece pela combinação de temperaturas acima dos 40ºC, fortes ventos e pouca chuva.

Mais de 8 milhões de hectares de terras foram atingidos pelo fogo no país, o que representa uma área nas mesmas proporções que a Irlanda. Cidades ficaram sem telefonia móvel e eletricidade, além de milhares de prédios serem destruídos.

Para recuperar as áreas afetadas pelos incêndios , o país vai destinar 2 bilhões de dólares australianos (cerca de R$ 5,6 bilhões).

 

 

 

 

iG

mais lidas