Siga nossa Redes

Esportes

Fortaleza vence reservas do Santos e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

esportes

Publicado

em

Fortaleza vence reservas do Santos e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

Juninho e Wellington Paulista marcam os gols da vitória; Jean Mota perde pênalti para o Peixe

Resumão

 

O Fortaleza venceu o Santos por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, no Castelão, e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Peixe, mais preocupado com a final da Libertadores, escalou time reserva. Juninho e Wellington Paulista, ambos no segundo tempo, fizeram os gols da vitória. Jean Mota desperdiçou um pênalti para os visitantes.

Na tabela

 

A vitória levou alívio ao Fortaleza. O Leão, que entrou em campo entre os rebaixados, foi à 14ª colocação, com 35 pontos, três à frente da área de descenso. Ultrapassou Vasco, Bahia e Sport. O Santos, com 45, segue em oitavo.

 

Próximos jogos

 

As duas equipes voltam a campo no domingo, ambas às 18h15: o Santos recebe o Goiás na Vila Belmiro, e o Fortaleza visita o Atlético-GO em Goiânia.

O pênalti e a defesa

 

No fim do primeiro tempo, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro foi à cabine do VAR e marcou pênalti e favor do Santos – em toque na mão do zagueiro Jackson. Na cobrança, porém, Jean Mota parou no goleiro Felipe Alves.

Pega Felipe Alves! Após pênalti marcado pelo VAR, Jean Mota bate no canto e goleiro faz a defesa, aos 43' do 1T

Pega Felipe Alves! Após pênalti marcado pelo VAR, Jean Mota bate no canto e goleiro faz a defesa, aos 43′ do 1T

O pênalti e o gol

 

No começo do segundo tempo, foi a vez de o Fortaleza ter um pênalti a seu favor. Madson empurrou Osvaldo dentro da área. A cobrança do Leão, porém, foi convertida. Juninho deslocou João Paulo e colocou o time de Enderson Moreira na frente.

Gol do Fortaleza! Juninho cobra pênalti sofrido por Osvaldo e abre o placar, aos 2' do 2T

Gol do Fortaleza! Juninho cobra pênalti sofrido por Osvaldo e abre o placar, aos 2′ do 2T

Primeiro tempo

 

O Fortaleza começou o jogo mais agressivo. Nos primeiros dez minutos, buscou o campo de ataque, cercou a área adversária. Mas demorou a concluir. A primeira chance de gol foi do Santos – em chute de Guilherme Nunes da entrada da área, por cima. O jogo seguiu morno, um tédio, com o time da casa incapaz de agredir e os visitantes em ritmo de treino. A partir dos 30 minutos, porém, mudou bastante. Primeiro foi o Leão que ensaiou uma pressão. Osvaldo e Romarinho tentaram, mas pararam na defesa do Peixe. Gabriel Dias, de cabeça, desviou com perigo. O Santos reagiu também pelo alto: Felipe Jonatan cruzou para Marcos Leonardo, de cabeça, mandar para fora; logo depois, Madson apareceu de surpresa na área e, em novo cruzamento do lateral-esquerdo, cabeceou com perigo. Apesar do crescimento do time de Cuca na partida, não havia sinais de que sairia um gol. Só que aí, aos 42, aconteceu um pênalti. Lucas Braga tentou cruzar, e a bola resvalou nos dedos da mão direita de Jackson. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro foi à cabine do VAR e confirmou o pênalti. Jean Mota foi para a cobrança. E parou em Felipe Alves. O goleiro caiu bem na esquerda e defendeu a má cobrança do meia santista. Ainda deu tempo de o Fortaleza criar ótima chance. David disparou e bateu cruzado. João Paulo fez ótima defesa.

Jean Mota lamenta pênalti defendido por Felipe Alves em Fortaleza x Santos

Jean Mota lamenta pênalti defendido por Felipe Alves em Fortaleza x Santos (Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

Segundo tempo

O Fortaleza voltou com tudo no segundo tempo. E já abriu o período com um pênalti – empurrão infantil de Madson em Osvaldo. Juninho fez. O gol forçou o Santos e se posicionar mais avançado. Surgiram espaços, e o Fortaleza quase ampliou. Mariano Vázquez recebeu de frente para o gol, mas bateu mal, torto, por cima; David disparou às costas da zaga e mandou na trave – em lance depois anulado por impedimento. Apesar da superioridade, Enderson Moreira resolveu mexer no time. Colocou Yuri César e Wellington Paulista nos lugares de Osvaldo e Mariano Vázquez. E as novidades logo tramaram o segundo gol. Yuri César envolveu a marcação e deixou Wellington Paulista na cara da meta. O veterano deu um toquezinho por cima de João Paulo e praticamente matou o jogo: 2 a 0. O Santos, sem forças, pouco atacou. Esteve mais perto de levar o terceiro do que de ampliar.

Juninho comemora gol do Fortaleza contra o Santos

Juninho comemora gol do Fortaleza contra o Santos (Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

 

Aglomerou

 

Torcedores do Fortaleza ignoraram os protocolos de segurança em tempos de Covid-19 e se aglomeraram no lado de fora do Castelão para apoiar o time. O Brasil soma mais de 214 mil mortos pelo novo coronavírus, segundo dados oficiais das secretarias estaduais de saúde.

Torcedores do Fortaleza aglomerados no jogo contra o Santos

Torcedores do Fortaleza aglomerados no jogo contra o Santos (Foto: Thiago Gadelha / SVM)

.

.

.

GE – Globo Esporte.

Publicidade

mais lidas