Destaque Principal Educação

Falha nas vagas do Sisu para pessoas com deficiência é encontrada pelo MP

Redação
Escrito por Redação

Procuradoria encontrou indícios de irregularidade na aplicação da lei que determina a reserva das vagas. MEC tem cinco dias para explicar cálculo

O Ministério Público Federal ( MPF ) encontrou indícios de falhas na reserva de vagas para pessoas com deficiência física no Sistema de Seleção Unificada ( Sisu ). A constatação fez a Procuradoria pedir esclarecimentos ao ministro da Educação, Abraham Weintraub , e a pasta tem cinco dias para explicar como fez os cálculos para definir as cotas.

Caso as falhas sejam confirmadas, o MPF ainda pode exigir mudanças no preenchimento das vagas e o órgão pediu que a questão seja resolvida com urgência.

O Sisu e o Enem passaram por uma série de questionamentos neste ano. O último deles foi em relação a problemas na lista de espera do Sisu. Antes disso, estudantes identificaram que estavam sendo convocados para matrícula nas duas opções que eles tinham direito mesmo que fossem selecionados na primeira opção. Na situação normal, os candidatos deveriam ter sua segunda opção desconsiderada e o erro fez com que as notas de corte subissem.

Por conta das falhas, o resultado chegou a ser suspenso por tempo indeterminado e só foi liberado na noite desta terça-feira (28) após uma decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) dar uma liminar para que o resultado fosse divulgado.

Antes disso o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou falhas na correção nas notas de cerca de 6 mil candidatos. Os estudantes tiveram seus gabaritos trocados, o que levou muitos deles a terem notas mais baixas.

iG

Sobre o autor

Redação

Redação

%d blogueiros gostam disto: