Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Exposição de Sebastião Salgado fica aberta até 10 de julho em SP

Publicado

em

Exposição de Sebastião Salgado fica aberta até 10 de julho em SP

Mostra já está em cartaz no Sesc Pompeia, na cidade

Após passar por Paris, Roma e Londres, a exposição Amazônia, do fotógrafo Sebastião Salgado, instalada na capital paulista, ficará em cartaz, no Sesc Pompeia, até 10 de julho. Idealizada pela curadora Lélia Wanick Salgado, a mostra é fruto de sete anos de trabalho do artista na Amazônia brasileira, e contém cerca de 200 imagens.Exposição de Sebastião Salgado fica aberta até 10 de julho em SPExposição de Sebastião Salgado fica aberta até 10 de julho em SP

Além das fotografias, a mostra exibe sete vídeos com testemunhos de lideranças indígenas sobre a importância da Amazônia e os problemas enfrentados atualmente para a sobrevivência na floresta. “A exposição tem o objetivo de alimentar o debate sobre o futuro da floresta amazônica. É algo que deve ser feito com a participação de todos no planeta, junto com as organizações indígenas”, ressalta Sebastião Salgado.

Segundo a curadora, a exposição é um mergulho no coração da Amazônia e um convite para ver, ouvir e refletir sobre o futuro da biodiversidade e a necessidade de proteger os povos indígenas e o ecossistema. “Ao projetar Amazônia, quis criar um ambiente em que o visitante se sentisse dentro da floresta, se integrasse com sua exuberante vegetação e com o cotidiano das populações locais”, destaca Lélia.

Exposição “Amazônia”, de Sebastião Salgado, estreia no Sesc Pompeia

Exposição “Amazônia”, de Sebastião Salgado, estreia no Sesc Pompeia – Sesc Pompeia/Amazônia – Sebastião Salgado/Direitos reservados

A exposição apresenta ainda espaços com projeções de fotografias: paisagens florestais musicadas pelo poema sinfônico “Erosão – Origem do Rio Amazonas”, do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, e retratos de populações indígenas, com composição especial de Rodolfo Stroeter.

Depois de ser apresentada em São Paulo, a exposição segue para o Rio de Janeiro (RJ), no Museu do Amanhã, a partir de 19 de julho, e ficará até 29 de janeiro de 2023.

Para acessar as unidades do Sesc no estado de São Paulo, todas as pessoas com mais 5 anos de idade devem apresentar comprovante de vacinação contra covid-19 e documento com foto. Crianças de 5 a 11 podem apresentar comprovação de apenas uma dose da vacina, mas quem tiver mais de 12 anos, precisa evidenciar duas doses ou dose única do imunizante. A exposição fica aberta, no Sesc Pompeia, de terça a sábado, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 18h.

 

.

 

.

 

.

Agencia Brasil

mais lidas