Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Estreia de não-binário, pódio da patinação e estrela chinesa: resumo do dia em Pequim

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

As Olimpíadas de Inverno já estão na reta final. Mas, a dois dias da Cerimônia de Encerramento, os Jogos ainda reservam espaço para estreias e marcos históricos. Nesta sexta-feira, o evento viu o primeiro atleta não-binário a competir, com o americano Timothy LeDuc na patinação artística. O dia em Pequim ainda teve a celebração da estrela Eileen Ailing Gu, no halfpipe, e o pódio na patinação feminina após polêmicas na quinta-feira. Veja tudo o que rolou nesta sexta.

Estreia de atleta não-binário

 

Ao cruzar a pista ao lado da parceira, Ashley Cain-Gribble, Timothy LeDuc cravou seu nome na história olímpica. Aos 31 anos, se tornou o primeiro atleta publicamente não-binário a competir nos Jogos de Inverno. LeDuc, dos Estados Unidos, revelou sua não-binaridade em 2019. Nesta sexta-feira, com uma performance com poucos erros, fechou em sétimo lugar e se garantiu ao lado da compatriota no programa longo da disputa por medalhas, no sábado.

Pódio após polêmicas

 

Com Kamila Valieva apenas na quarta colocação, rolou o pódio no individual feminino da patinação artística das Olimpíadas de Pequim 2022. Na manhã desta sexta-feira, noite no horário chinês, Anna Shcherbakova e Alexandra Trusova, do Comitê Olímpico Russo (ROC), e Kaori Sakamoto, do Japão, receberam suas medalhas na praça onde ocorrem as premiações, próxima ao Ninho do pássaro.

Veja entrega de medalhas da patinação artística individual feminina

Como Valieva ainda não teve o mérito da acusação de doping julgado e era favorita ao título, o Comitê Olímpico Internacional (COI) havia sido determinado que os resultados da prova deveriam ser provisórios caso ela ficasse nas três primeiras posições. E não haveria cerimônia de entrega de medalhas – assim como não houve na patinação por equipes, em que ela compôs o time do ROC. Sem a patinadora de 15 anos, a premiação ocorreu naturalmente.

Alexandra Trusova, que também causou polêmica após a prova ao distribuir críticas por ficar sem o ouro, pareceu mais tranquila nesta sexta. Subiu ao pódio com um sorriso e, ao ser flagrada pelas câmeras, ainda acenou.

.

.

.

.

.

GE

mais lidas