Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Escola particular de SP onde menina foi esfaqueada retoma as aulas nesta segunda

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Após uma aluna de 12 anos ser esfaqueada, o Colégio Floresta, em São Miguel Paulista, retoma as aulas nesta segunda-feira (28). Neste retorno, a direção da escola chamou os pais e responsáveis para anunciar novas medidas de segurança na instituição.

Na terça-feira (22), Anna Beatriz Nascimento levou ao menos dez golpes de outro aluno, de 13 anos. Ela foi carregada nos braços por um funcionário do colégio até o carro da diretora da escola, que a levou para o Hospital Ermelino Matarazzo. A menina se recupera bem.

Um outro aluno de 11 anos tentou intervir e foi atingido superficialmente pelo agressor na perna. Os três fazem parte de uma turma de 8º ano do Colégio Floresta. A agressão teria ocorrido no intervalo entre uma aula e outra, quando não havia professor dentro da sala.

O adolescente de 13 anos que é suspeito do ataque foi encaminhado para a Fundação Casa. Ele foi ouvido nesta quarta-feira (23) por promotores do Ministério Público de SP.

O caso foi registrado no 24º Distrito Policial da Ponte Rasa, também na Zona Leste, como ato infracional de lesão corporal e de tentativa de homicídio. O delegado declarou que o adolescente chegou em estado de choque e não se pronunciou sobre o caso.

Não achava que era faca

 

Em entrevista ao Fantástico, Anna Beatriz contou que achava que tinha levado um soco. “Eu senti como um soco na hora da adrenalina. Eu achava que era qualquer coisa, menos uma faca. Eu achava que era soco. Ele estava com um olhar desesperado. Muito desesperado. Os olhos muito arregalados, e fez isso comigo”, conta a estudante

Os pais de Anna acreditam que o colega da filha precisa de cuidados.

“Ele é uma criança, ele também é uma vítima, e eu me preocupo muito. Me preocupo com o que pode acontecer com ele mais tarde. Ele precisa ser cuidado, ele precisa ser acolhido, precisa ser tratado. Eu poderia estar pensando de outra forma se a minha filha não estivesse aqui. Mas, graças a Deus, ela está aqui. E ele tem uma mãe. E eu sou mãe”, diz Glady Xavier Nascimento.

‘Achava que era qualquer coisa, menos uma faca’, diz estudante esfaqueada em escola

Pai do agressor enviou mensagem

 

O pai do menino de 13 anos que desferiu as facadas enviou uma carta à família de Anna Beatriz. “Mesmo sabendo que ele fez uma coisa muito errada, sei que ele tem um coração maravilhoso, é um menino super educado e amoroso”.

Ele se desculpou com a família. “Peço desculpas por nós não termos percebido qualquer alteração de comportamento, mas da forma mais sofrida aprendemos, e desejo que vocês possam ter a sensibilidade que não tivemos para juntos evitarmos situações como essa”, disse o pai.

 

O pai do menino de 13 anos que desferiu as facadas enviou uma carta à família de Anna Beatriz  — Foto: TV Globo

O pai do menino de 13 anos que desferiu as facadas enviou uma carta à família de Anna Beatriz — Foto: TV Globo

.
.
.
.
.
G1

mais lidas