Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Enfim Sócios

Publicado

em

Enfim Sócios

Ao longo de minha vida profissional, assessorando empreendedores, já tive a oportunidade de encontrar casais que criam negócios juntos.

Se as sociedades com amigos ou parentes já são desafiadoras, entre casais, esses desafios e as chances de a sociedade ou o casamento “degringolarem” aumentam de forma exponencial.

Casais já têm normalmente múltiplos papéis, que se alteram muito rapidamente durante um único dia – são pais, namorados, gerenciadores de seus patrimônios, o “casal” que se apresenta para a família ou para a sociedade, entre outros.

Administrar esses múltiplos papéis e, ao final do dia, quando restam apenas os dois, ainda conseguir voltar para o papel de casal-namorado, que resolveu se unir devido a essa vontade (que um dia foi um sonho) de estar juntos , torna-se cada vez mais difícil.

Vejam que, embora os filhos sejam o maior presente na vida de uma pessoa, são ao mesmo tempo o maior desafio de um casal, por conta de terem o maior bem da vida em comum com uma pessoa, e que certamente as diferenças (mesmo que poucas), se sobressairão, no processo da criação comum desse ser.

Se a esses papéis, ainda agregamos tudo o que envolve a gestão de um negócio, não só dificultamos a capacidade de atuar em cada um deles, mas, principalmente, prejudicamos a nossa capacidade de mudar na hora apropriada para o “modo namorar”. Que, por sinal, é extremamente importante para o bem-estar dos casais.

Observando os erros e os acertos de muitos casais sócios, que já entrei ou assessorei, separei algumas dicas que podem ser valiosas para o sucesso de seu negócio e de seu casamento:  

1. Não confunda o ambiente de trabalho com o ambiente doméstico.

Esses espaços são completamente diferentes e a relação aqui deve ser extremamente profissional. Por exemplo, em casa somos íntimos, dividimos o tempo e todos os nossos problemas, sem “pedir licença para entrar”. No espaço profissional, a postura deverá ser exatamente oposta. Deve-se ter disciplina para não confundir a relação, não invadir o espaço do outro e nem as funções pré-definidas de cada um.

2. Não leve os conflitos profissionais para o campo pessoal.

O que mais agrega valor em uma sociedade é a diversidade de opiniões. Discordar e debater ideias, gera crescimento para o negócio e, acima de tudo, para os profissionais envolvidos. No entanto, já vi muitas discussões profissionais serem realizadas no “modo” marido-mulher, fazendo com que os envolvidos extrapolassem  os seus papéis e, pior ainda, levassem  mágoas para casa.  

3. Preserve o seu lar.

Embora empreendedores sejam seres intensos, procure não levar os assuntos e conflitos profissionais para a sua casa. Os momentos em família geram o reabastecimento da energia gasta durante o dia, e necessária para o dia seguinte. Se essa regra já é válida para profissionais de um modo geral, para casais sócios, mais ainda.

4. Dê atenção aos seus filhos.

Normalmente achamos que nossos filhos “se viram” bem sozinhos, isso é fato. No entanto, quando estiver com eles, não deixe de se concentrar totalmente nessa relação e observar o que estão tentando comunicar e quais as suas carências. Não subestime essa responsabilidade. O tempo passa rápido, e negligenciar seus filhos trará consequências muito difíceis de administrar no futuro.

Além disso, divida com seus filhos os seus desafios e vitórias. Isso será excelente para a sua educação, além do orgulho e respeito que terão pelo trabalho de seus pais.

5. Na vida e nos negócios, vocês formam um time.

Ganhar o jogo envolve, além de competência e dedicação, outros fatores que não conseguimos administrar. Dificuldades ocorrerão ao longo de sua jornada empreendedora. Nesses momentos, os casais devem se unir ainda mais. Às vezes, um dos dois pode ter sido o gerador do problema pelo qual vocês estão passando. Não busquem os culpados, e sim como podem, juntos, resolver o problema.

Finalmente, um dia pode ser que vocês vejam sinais que demonstrem a necessidade de decidir entre ser sócios ou permanecer casados. Fiquem atentos a esses sinais e, se possível, optem pelo casamento.

Não há no mundo nada mais importante que uma família feliz e equilibrada. Sem isso, será praticamente impossível passar por todas as dores e as delícias de empreender. E isso não vale apenas para casais, assim como para irmãos e pais e filhos que trabalham juntos. Acima de tudo, sejam felizes!

mais lidas