Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Enchente atinge pelo menos 100 casas em Ouro Preto

Publicado

em

Enchente atinge pelo menos 100 casas em Ouro Preto

Trinta famílias foram removidas de áreas de risco

Pelo menos 100 casas foram afetadas pela chuva que atingiu ontem (19) a cidade histórica mineira de Ouro Preto. Segundo a prefeitura, até ontem 30 famílias já haviam sido removidas de áreas de risco e abrigadas em casa de familiares próximos ou na Escola Major Raimundo Felicíssimo.Enchente atinge pelo menos 100 casas em Ouro PretoEnchente atinge pelo menos 100 casas em Ouro Preto

A prefeitura de Ouro Preto informou que, após os trabalhos de remoção e abrigo conduzidos pelas equipes da Defesa Social e Secretaria de Obras do município, foi iniciada a limpeza de ruas e casas.

Também tiveram início o mapeamento dos danos causados nas residências e o suporte aos atingidos. Um plano estratégico está sendo elaborado para amenizar os problemas causados pelo mau tempo, em especial nas casas construídas próximas ao nível do rio Maracujá.

Solidariedade

Em nota, a prefeitura destacou a “rede de solidariedade” que se formou diante do ocorrido, contando com a ajuda de municípios vizinhos, empresas, comunidade e igreja.

Psicólogos e assistentes sociais foram acionados para dar suporte e cadastrar as pessoas atingidas pela enchente. A mesma nota reforça a importância de doações para minimizar os efeitos imediatos causados pela enchente.

As doações já estão sendo recebidas na Escola Major Raimundo Felicíssimo e em outros pontos de coleta, como o Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Caic), em Cachoeira do Campo; na Casa de Gonzaga, onde fica a Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Ouro Preto; e no Fórum de Ouro Preto.

“Doações em dinheiro podem ser feitas via PIX, no número 31985914602, em nome da Sandra Aparecida da Silva”, informou, em nota, a prefeitura de Ouro Preto.

.

.

.

.

.

EBC

mais lidas