Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Em SP, monumento a Mariguella é coberto com tinta vermelha, e Escadão Marielle Franco, pichado com frase ‘Viva Borba Gato’

Publicado

em

Em SP, monumento a Mariguella é coberto com tinta vermelha, e Escadão Marielle Franco, pichado com frase 'Viva Borba Gato'

Foi registrado um Boletim de Ocorrência do ato no monumento a Marighella, e a Polícia Civil pediu a realização de perícia.

O escadão em homenagem à vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), assassinada em 2018, localizado em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, e o monumento em homenagem ao guerrilheiro Carlos Mariguella, nos Jardins, Zona Sul, amanheceram cobertos com tinta vermelha nesta sexta-feira (30).

No caso do escadão em Pinheiros, além da tinta vermelha, foi também pichada a frase “Viva Borba Gato”, em referência à estátua ao bandeirante que foi alvo de incêndio no último sábado (24), na Zona Sul de São Paulo, durante ato contra o genocídio de negros e indígenas no Brasil.

Ainda não se sabe quem são os autores responsáveis pelos atos de depredação. Foi registrado um Boletim de Ocorrência no 78º DP, nos Jardins, a respeito do ato no monumento a Marighella. A Polícia Civil pediu a realização de perícia.

Mariguella e Marielle

 

O monumento em memória a Carlos Mariguella fica na Alameda Casa Blanca e foi instalado em 1999, durante ato que marcou os 30 anos do assassinato do líder da Ação Libertadora Nacional (ALN) pela ditadura militar. Mariguella lutava contra o regime dos generais no Brasil e pregava a luta armada contra os militares.

A morte do guerrilheiro foi reconhecida como assassinato pela Comissão de Mortos e Desaparecidos da Câmara, em 1996, e durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), a família de Marighella foi indenizada pelo Ministério da Justiça junto com a família de outros guerrilheiros: Carlos Lamarca e José Campos Barreto, o Zequinha, mortos em 1971 pelo governo militar..

.

.

,

G1

mais lidas