Política

Em Santos, apoio de Bolsonaro garante segundo turno a Sartori

Redação SP
Escrito por Redação SP

Após 16 anos de primeiro turno em Santos, o presidente da república deve levar seu candidato, Ivan Sartori, para a decisão no segundo turno.

Em Santos, a disputa pela Prefeitura estabelece um confronto entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o governador João Doria (PSDB). Pelo menos 53% dos eleitores dizem não votar no candidato apoiado por Doria, enquanto mais de 47% dizem votar no candidato apoiado por Jair Bolsonaro. A cidade não tem segundo turno há 16 anos, sendo que isto ocorreu nas eleições de 2004. Neste ano, a decisão não acontece no próximo domingo, segundo a mais recente pesquisa do Instituto Inteligence.

O candidato Rogério Santos (PSDB), apoiado pelo governador enfrenta outro problema: seu padrinho político, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), também encontra resistência do eleitor e 42% deles dizem não votar em seu candidato.

O apoio do presidente Bolsonaro, manifestado através de inúmeras lives, fotos e videos, fez com que o ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, saltasse de pouco mais de 2% para 17% e agora 22%, projetando a realização de segundo turno.

A pesquisa do Instituto Inteligence aponta Rogério com 31% e Sartori com 22%. Neste levantamento foi detectado crescimento do candidato do PSD, que na pesquisa anterior tinha 17%.

REJEIÇÃO – O candidato de Doria tem 32% de rejeição perante o eleitorado. Sartori tem apenas 12% de rejeição.

ADMINISTRAÇÃO – Quando o eleitor é perguntado se apoia a administração do atual prefeito de Santos, a pesquisa revela que somando péssimo e ruim 39% dos eleitores reprovam o governo de Paulo Alexandre.

O governo de João Doria,feita a soma dos que acham péssimo ou ruim chega a 42% de reprovação. Na mesma pesquisa, Jair Bolsonaro chega a 48% de aprovação, seguindo o critério da dona de ótimo e bom. Somando péssimo e ruim o total é de 21%.

A pesquisa ouviu 600 eleitores entre os dias 9 e 10 deste mês e tem nível de confiança de 95% e 4% é a margem de erro. Está registrada no TSE sob protocolo SP-09009/2020.

Sobre o autor

Redação SP

Redação SP

%d blogueiros gostam disto: