Siga nossa Redes

Internacional

Em duelo de líderes, Mitchell é expulso, Embiid arrebenta, e 76ers batem o Jazz na prorrogação

esportes

Publicado

em

Em duelo de líderes, Mitchell é expulso, Embiid arrebenta, e 76ers batem o Jazz na prorrogação

Em batalha entre o líder do leste contra o líder do oeste, Philadelphia se impõe na prorrogação, conta com 40 pontos e 19 rebotes de Embiid e vence por 131 a 123; Mitchell faz 33 pontos, mas é expulso no fim

No duelo entre o líder da conferência leste e o líder da conferência oeste, não faltaram elementos de um grande jogo: drama, emoção, equilíbrio e sangue frio de protagonistas. O jogão teve até arbitragem polêmica. Os craques dos times, Donovan Mitchell e Joel Embiid, foram mais uma vez fenomenais. O ala-armador teve 33 pontos, e o pivô, 40 pontos e 19 rebotes. Toma lá, dá cá. Mas na prorrogação, os 76ers se impuseram com Embiid e Harris (22 pontos e 10 rebotes), vencendo por 131 a 123 o Jazz.

Melhores momentos: Philadelphia 76ers 131 x 123 Utah Jazz, pela NBA

Melhores momentos: Philadelphia 76ers 131 x 123 Utah Jazz, pela NBA

O fator “polêmica” ficou por parte da arbitragem. No último quarto, a 28 segundos do fim com o Jazz três pontos na frente, Royce O’Neale salvou uma bola mas a arbitragem deu posse para os 76ers, que pontuaram na sequência e forçaram a prorrogação. No períoro extra, Donovan Mitchell reclamou com a arbitragem e acabou expulso. O resultado foi fundamental para manter os 76ers na liderança da conferência, já que os Nets venceram os Rockets.

O JOGO

 

1º Quarto – Donovan Mitchell lidera ataque letal do Jazz, que larga na frente
Incisivo no garrafão, o Philadelphia marcou seus 8 primeiros pontos na área pintada com um aproveitamento acima dos 50% nos arremessos. Ben Simmons mostrava agressividade no ataque à cesta, mas Donovan Mitchell falava mais alto ainda ao converter 3 dos seus primeiros quatro arremessos.

Embiid e Bogdanovic também apareceram bem no decorrer do quarto, mas apesar do nivelamento em termos de protagonistas, o Utah Jazz aproveitava melhor os seus arremessos e mantinha a liderança. Jordan Clarkson chegava a 62 jogos com pelo menos uma bola de três, estabelecendo um recorde na história do Jazz. Ao fim do quarto, o Jazz vencia por 34 a 26.

2º Quarto – Abismo no aproveitamento das bolas de três garante liderança do Jazz
Mais ativo no ataque e na defesa, o Jazz começava o segundo período abrindo sua maior vantagem na partida, 10 pontos. Os 76ers cediam muitos espaços para arremessos do Jazz e pagavam o preço: a vantagem aumentava. Mike Conley crescia e ajudava a manter a boa vantagem do Jazz.

Os 76ers não conseguiam converter seus arremessos para três e tinha problemas para conter a força do Jazz nos rebotes, permanecendo numa desvantagem na casa dos 10 pontos. O ritmo ofensivo caía, o Jazz tinha problemas com turnovers, mas o Philadelphia não tinha fôlego para se aproximar no placar. Ao fim do primeiro tempo, o Jazz vencia por 61 a 52. Mitchell tinha 15 pontos, e Embiid 20.

3º Quarto – 76ers esboçam reação, mas Jazz mantêm liderança com Mitchell
Com o equilíbrio sendo a tônica do início do quarto, o Jazz seguiu com uma liderança relativamente confortável. Os 76ers sofriam demais para conter os arremessos de três do Jazz. Joel Embiid, no entanto se recusava a ver sua equipe ficar para trás e pressionava ofensivamente, ajudando a cortar a diferença para três pontos.

Donovan Mitchell voltava a assustar os 76ers, aproveitando bloqueios para converter seus arremessos. O ala-armador impressionou com um lance em que enterrou em Embiid, sofrendo a falta. Ao fim do terceiro quarto, o Jazz vencia o jogo por 89 a 84.

4º Quarto – Embiid é heroi e leva o jogo para a prorrogação
Uma bola de três de Dwight Howard deixou o jogo em três pontos de diferença. O ataque do Jazz estagnava, Korkmaz empatava para os 76ers com um floater, e o técnico Quin Snyder pedia tempo enfurecido. O Jazz chegava a quase 4 minutos com apenas 3 pontos e via Mike Scott dar a liderança aos 76ers.

Com Ingles e Mitchell, o Jazz reagia, recuperando a liderança. Só que os 76ers eram carregados por Embiid, e os times se alternavam na liderança a 3:30 do fim. Com boa movimentação de bola e encontrando espaços para as bolas de três, o Jazz abria 5 pontos, mas Embiid não recuava. Superava Gobert no garrafão e deixava os 76ers um ponto atrás.

A 28 segundos do fim com o Jazz três pontos na frente, Royce O’Neale salvou uma bola, lance que foi revisado pela arbitragem, que deu o lance para os 76ers. Harris baixou a diferença para 1 ponto e Conley foi posto na linha de lance livre, recolocando a diferença em 3 pontos. Embiid converteu uma bola de três, e na sequência Conley errou um floater. Prorrogação.

A prorrogação

 

Bogdanovic, com uma bola de três, deixou o Jazz um ponto na frente a 2:30 do fim. Mas Mitchell se afobava no ataque, forçava arremessos e cometia falta de ataque. Harris assumia o papel de protagonista sendo o cestinha da prorrogação. Após uma polêmica falta marcada em Embiid, os 76ers abriam 5 pontos a menos de 1 minuto. O ataque do Jazz voltava a falhar e os 76ers garantiam a vitória. Frustrado, Mitchell levou uma falta técnica e acabou expulso.

Sixers: 24v e 12d (1º Leste)
Jazz: 27v e 9d (1º Oeste)

Pistons dominam o desfalcado Raptors

 

Melhores momentos: Toronto Raptors 105 x 129 Detroit Pistons, pela NBA

Melhores momentos: Toronto Raptors 105 x 129 Detroit Pistons, pela NBA

Os Pistons atropelaram os Raptors por 129 a 105, fora de casa. O time de Detroit chegou a ter uma vantagem de 26 pontos sobre o time canadense, já no último quarto. Apesar da derrota, o cestinha da partida foi Normam Powell, dos Raptors, com 36 pontos. Toronto jogou sem Siakam, VanVleet e Anunoby, todos afastados pelo protocolo da covid-19. O time ocupa a sétima posição do Leste com 17 vitórias e 18 derrotas. Já Detroit segue firme na lanterninha da conferência com 25 derrotas e apenas 10 vitórias.

Pistons: 10v e 25d (15º Leste)
Raptors: 17v e 18d (7º Leste)

Pacers vencem os Cavs com feito histórico de McConnell

 

Melhores momentos: Cleveland Cavaliers 111 x 114 Indiana Pacers, pela NBA

Melhores momentos: Cleveland Cavaliers 111 x 114 Indiana Pacers, pela NBA

Em um jogo apertado, Indiana venceu Cleveland por 114 a 111. Os Pacers chegaram a ficar 19 pontos atrás no terceiro quarto, mas viraram a partida na reta final. Collin Sexton, dos Cavs marcou 32 pontos no jogo. O título de cestinha de Indiana fica com Malcom Brogdon com 29 pontos e outro que chamou a atenção foi TJ. McConnell com 10 roubadas. Ele se tornou o primeiro jogador da história a conseguir um triplo-duplo com roubadas saindo do banco de reservas. Os Pacers estão na nona posição do Leste com 16 vitórias e 18 derrotas. Essa foi a derrota de número 22 da temporada de Cleveland que, com suas 13 vitórias, estão na décima terceira posição do Leste.

Cavaliers: 14v e 22d (12º Leste)
Pacers: 16v e 18d (9º Leste)

Rozier comanda vitória dos Hornets sobre os Wolves

 

Melhores momentos: Minnesota Timberwolves 102 x 135 Charlotte Hornets, pela NBA

Melhores momentos: Minnesota Timberwolves 102 x 135 Charlotte Hornets, pela NBA

Sem dificuldades, o Charlotte Hornets venceu o Minnesota Timberwolves por 135 a 102. O grande nome do jogo foi o armador Terry Rozier, que saiu de quadra com 31 pontos. Os Wolves tiveram boa atuação dos titulares, com Ricky Rubio anotando 20 pontos e Karl-Anthony Towns anotando 16 pontos e 15 assistências.

Wolves: 7v e 29d (15º Oeste)
Hornets: 17v e 18d (8º Leste)

Trae Young lidera os Hawks em vitória sobre o Magic

 

Melhores momentos: Orlando Magic 112 x 115 Atlanta Hawks, pela NBA

Melhores momentos: Orlando Magic 112 x 115 Atlanta Hawks, pela NBA

O Orlando Magic brilhou no primeiro quarto com 39 pontos, mas não teve fôlego para manter o ritmo ofensivo e acabou derrotado pelo Atlanta Hawks por 115 a 112. O destaque da noite foi o armador Trae Young, com 32 pontos e 8 assistências. No Magic, quem brilhou foi a dupla Nikola Vucevic e Terrence Ross, com 29 e 28 pontos respectivamente.

Magic: 13v e 23d (14º Leste)
Hawks: 16v e 20d (11º Leste)

.

.

.

Fonte: GE – Globo Esporte.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

mais lidas