Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Eliminatórias têm Uruguai sob pressão, Colômbia em seca de gols, e Chile em ascensão

Publicado

em

Eliminatórias têm Uruguai sob pressão, Colômbia em seca de gols, e Chile em ascensão

Celeste visita a Bolívia e pode ter Luis Suárez no banco. Sem marcar há quatro jogos, time de Reinaldo Rueda recebe o Paraguai, e chilenos fazem duelo de G-4 com Equador

As eliminatórias sul-americanas chegam à sua reta final com diferentes dramas na 14ª rodada. Sob pressão, o Uruguai enfrenta a Bolívia e altitude de La Paz. Embalado, o Chile recebe o Equador, que não vai deixar o G-4. Contra o Paraguai, a Colômbia tenta acabar com uma seca de mais de 400 minutos sem gols. E o Peru, por sua vez, encara a Venezuela para manter vivo o seu sonho de ir à Copa do Mundo.

Todos os jogos da rodada têm transmissão do SporTV e acompanhamento em tempo real no ge

Os jogos da 14ª rodada:

  • 17h Bolívia x Uruguai (SporTV 2)
  • 18h Venezuela x Peru (SporTV 4)
  • 20h Colômbia x Paraguai (SporTV 3)
  • 20h30 Argentina x Brasil (Globo, SporTV e ge)
  • 21h15 Chile x Equador (SporTV 2)

Bolívia x Uruguai

 

Com 16 pontos, o Uruguai estaria fora da Copa do Mundo neste momento. O técnico Óscar Tabárez vive algo inédito desde que assumiu a equipe, em 2006: nunca, após 13 jogos das eliminatórias, a Celeste pontuou tão pouco. Mas o experiente treinador tenta não se levar pela pressão.

– Não vemos este jogo com dramatismo, além do fato de estarmos cientes de que restam cada vez menos jogos e se não ganharmos, não melhoramos a posição. Mas também sabemos que depois disso temos outros jogos e não podemos desafiar a matemática – disse o técnico.

Time do Uruguai tem momento de união em treino: Suárez deve ir ao banco contra a Bolívia — Foto: Divulgação/AUF

Time do Uruguai tem momento de união em treino: Suárez deve ir ao banco contra a Bolívia — Foto: Divulgação/AUF

Para tentar interromper a sequência negativa, Tabárez deve tomar uma medida dramática: colocar Luis Suárez no banco. Ele aposta na mobilidade dos jovens Facundo Torres e Álvarez Martínez para superar a altitude de La Paz. A Celeste ainda tem vários desfalques, dentre eles Arrascaeta e Cavani, ambos lesionados.

A Bolívia é a penúltima colocada, com 12 pontos, mas ainda sonha. Está a apenas quatro pontos de distância da Colômbia, que teria vaga na repescagem. O time de César Farías tem os retornos dos meias Fernández e Ramallo.

Prováveis escalações:

  • BOLÍVIA: Lampe; Bejarano, Quinteros, Enoumba e Sagredo; Leonel Justiniano, Ramiro Vaca, Roberto Fernández e Rodrigo Ramallo; Víctor Ábrego e Marcelo Moreno. Técnico: César Farías.
  • URUGUAI: Muslera; Cáceres, Godín, Giménez e Piquerez; Vecino, Betancur, Nández e Torreira; Facundo Torres e Álvarez Martínez. Técnico: Óscar Tabárez.

 

Venezuela x Peru

 

Com 14 pontos, o Peru ocupa a sétima posição e ainda sonha em ir à Copa do Mundo pela segunda vez seguida. O time de Ricardo Gareca enfrenta a lanterna Venezuela em Caracas e precisa vencer para seguir na disputa.

O Peru não vai ter o zagueiro titular Callens, lesionado. Luis Abram deve entrar no seu lugar. Novo centroavante da equipe, Lapadula marcou seu primeiro gol pelas eliminatórias na rodada passada, na vitória por 3 a 0 contra a Bolívia.

A Venezuela, por sua vez, tem apenas sete pontos e pode terminar a rodada como primeira seleção da América do Sul eliminada da Copa.

Prováveis escalações:

  • VENEZUELA: Fariñez; Ronald Hernández, Ferraresi, Osorio e Oscar González; Rincón, Júnior Moreno, Savarino, Luis González e Machís; Eric Ramírez. Técnico: Leonardo González.
  • PERU: Pedro Gallese; Luis Advíncula, Christian Ramos, Luis Abram e Miguel Trauco; Renato Tapia, Yoshimar Yotún, Sergio Peña, Christian Cueva, André Carrillo; Gianluca Lapadula. Técnico: Ricardo Gareca.

 

Colômbia x Paraguai

 

A Colômbia recebe o Paraguai em Barranquilla com um jejum incômodo: não marca há quatro jogos, ou mais de 400 minutos. O último gol foi de Luis Díaz, na vitória por 3 a 1 contra o Chile, no dia 9 de setembro. Desde então, foram três empates por 0 a 0 e a derrota por 1 a 0 para o Brasil.

– Existe aquele estado de ansiedade normal que não deve ultrapassar o ideal para competir, é um estado importante que todos nós precisamos para ser competitivos, esse nível de adrenalina para seguir em frente. A pressão é imposta a nós próprios, às famílias, ao país, à seleção nacional. É preciso canalizar bem essa ansiedade e que ela sirva de motor para fazer um bom jogo e conseguir um bom resultado – analisou o técnico Reinaldo Rueda.

Reserva contra o Brasil, James Rodríguez deve ganhar chance como titular em sua volta à seleção da Colômbia — Foto: Divulgação/FCF

Reserva contra o Brasil, James Rodríguez deve ganhar chance como titular em sua volta à seleção da Colômbia — Foto: Divulgação/FCF

A Colômbia tem 16 pontos e está em quinto, posição que lhe daria uma vaga na repescagem. A seleção não tem os lesionados Falcao García, Uribe, Mina, Cuesta e Medina. Barrios e Mojica vão cumprir suspensão.

O Paraguai vai fazer seu segundo jogo sob o comando de Guillermo Schelotto. Com 12 pontos, a Albirroja está na oitava posição, com 12 pontos e sofre do mesmo problema dos Cafeteros: a falta de pontaria. Os paraguaios também não marcam um gol há quatro jogos.

Prováveis escalações:

  • COLÔMBIA: David Ospina; Cuadrado, Davinson Sánchez, William Tesillo e Yairo Moreno; Jefferson Lerma, Gustavo Cuéllar, Luis Díaz, James Rodríguez; Duván Zapata e Borré. Técnico: Reinaldo Rueda.
  • PARAGUAI: Antony Silva; Juan Escobar, Gustavo Gómez, Fabián Balbuena, Junior Alonso; Lucena, Matías Rojas, Mathias Villasanti; Ángel Romero, Miguel Almirón e Carlos González. Técnico: Guillermo Schelotto.

 

Chile x Equador

 

O Chile tem um bom teste para provar a sua boa fase. Com três vitórias seguidas, a Roja entrou para o G-4, com 16 pontos, e recebe o Equador, terceiro colocado, que tem 20. Os equatorianos vão encerrar o ano na zona de classificação para a Copa do Mundo.

A sequência positiva levou o Chile da penúltima colocação à disputa direta pela vaga. E o técnico Martín Lasarte não esconde que o bom momento influencia no time.

– Vemos o grupo bem, com otimismo, unido, em muito bom estado, todos tentando contribuir e remando para o mesmo lugar, com o mesmo objetivo. Isso parece muito óbvio, mas no futebol de hoje não é assim. Conseguir que todas as mentes, que todos os objetivos convirjam para o mesmo lugar é muito importante. E isso está acontecendo e logicamente nos deixa otimistas.

O Chile vai ter a volta do lateral Isla e deve ter o atleticano Vargas no lugar de Brereton. O Equador tem retornos importantes: o lateral Estupiñán, além do meia Mena. O artilheiro Enner Valencia está lesionado.

Prováveis escalações:

  • CHILE: Claudio Bravo; Isla, Maripán, Gary Medel, Sierralta e Eugenio Mena; Claudio Baeza, Arturo Vidal e Diego Valdés; Eduardo Vargas e Alexis Sánchez. Técnico: Martín Lasarte.
  • EQUADOR: Alexander Domínguez; Byron Castillo, Félix Torres, Piero Hincapié e Estupiñán; Carlos Gruezo, Moisés Caicedo, Alan Franco e Ángel Mena; Michael Estrada e Jeremy Sarmiento. Técnico: Gustavo Alfaro.

.

 

 

.

 

 

.

 

Globo Esporte

mais lidas