Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Eletricistas comandavam esquema de ‘gato’ no interior de SP, diz polícia

Publicado

em

Eletricistas comandavam esquema de 'gato' no interior de SP, diz polícia

Ao todo, 50 pessoas foram presas. Segundo a polícia, três pessoas de uma mesma família foram presas, sendo dois eletricistas.

Eletricistas comandavam esquema de 'gato' no interior de SP, diz polícia

Eletricistas comandavam esquema de ‘gato’ no interior de SP, diz polícia

A operação Gato de Botas, deflagrada nesta segunda-feira (24) pela Polícia Civil de Birigui (SP) contra o furto de energia elétrica, mostrou que o esquema era comandado por eletricistas das regiões de Araçatuba (SP) e Bauru (SP). Ao todo, 50 pessoas foram presas.

Segundo a polícia, três pessoas de uma mesma família foram presas temporariamente em Birigui: dois eletricistas e uma mulher, que, de acordo com a polícia, era quem administrava o negócio. Um outro eletricista foi preso em Lins (SP). As investigações apontaram que ele cobrava cerca de R$ 80 por serviço e faturava R$ 7 mil por mês. Com ele foram apreendidos R$ 211 mil em dinheiro.

Os chefes do esquema foram presos temporariamente por cinco dias, mas a polícia vai pedir na Justiça que eles fiquem mais tempo na cadeia. Os outros 46 suspeitos vão ficar presos até a audiência de custódia. Os envolvidos serão levados para cadeias em Penápolis (SP) e Lavínia (SP).

Durante a operação, os policiais também apreenderam lacres de relógio. A perícia irá dizer se eles são falsificados ou foram furtados.

“Os medidores de energia eram adulterados, eles marcavam bem aquém do que realmente estava passando. A gente calcula que marcava 20% do que a residência ou empresa recebia de energia. As pessoas que faziam o gato ganhavam 15% da economia da pessoa. Então se tinha conta de R$ 1 mil, caía para R$ 200 e dos R$ 800, ele ganhava 15% ao mês”, afirma o delegado Marcelo Curi.

Os policiais foram para a rua cumprir os mais de 200 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão em 14 cidades do Estado, a maioria deles em Birigui. Casas, comércios e empresas foram vistoriados em busca de ligações clandestinas de energia elétrica.

“As pessoas que faziam o gato estavam com seus celulares grampeados e por meio disso foram surgindo os locais que eles foram fazendo essa adulteração nos medidores”, afirma o delegado.

A operação aconteceu em conjunto à concessionária de energia. Uma equipe de técnicos acompanhou os policiais para confirmar a irregularidade nas ligações. “Em relação ao artifício de fraude foram usados vários. Um deles era travar o medidor de energia, que tem data prevista para a visita. Então 10 dias antes da visita do responsável pela medição ele vinha e destravava o medidor”, afirma o delegado Paulo Natal.

Policial vistoria rede de energia de casa em Birigui (Foto: Reprodução/TV TEM)

Policial vistoria rede de energia de casa em Birigui (Foto: Reprodução/TV TEM)

Policial confere quadro de energia em cidade na região (Foto: Reprodução/TV TEM)

Policial confere quadro de energia em cidade na região (Foto: Reprodução/TV TEM)

mais lidas