Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

e-Brasileirão: Corinthians agiu nos bastidores contra seletiva

Publicado

em

e-Brasileirão: Corinthians agiu nos bastidores contra seletiva

Clube paulista desejava utilizar atletas previamente contratados; CBF afirma que não houve o contato e reforça importância do torneio para “revelação de talentos”

Com inscrições abertas, o e-Brasileirão 2021 já começou com os bastidores aquecidos. Antes do início da competição nacional de PES 2021 realizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em parceria com a Konami, o Corinthians E-Football fez uma consulta informal à organização. De acordo com a apuração do ge, o clube paulista desejava utilizar atletas previamente contratados e não fazer seletiva aberta, como de praxe. A investida do Timão foi sugerida e apoiada pelos atletas que permaneceram no clube após a conquista do eGol Pro neste ano.

Corinthians foi campeão do eGol Pro de PES 2021 neste ano — Foto: eGol

Corinthians foi campeão do eGol Pro de PES 2021 neste ano — Foto: eGol

Indicados ao Prêmio eSports Brasil (PeB) 2021 na categoria Melhor Atleta de Futebol Virtual, Felipe Mestre e Rafael “Rafafiel” tem contrato com o Corinthians. A ideia do Timão era utilizar algum dos talentos internos em vez de abrir uma seletiva aberta e correr o risco de ter outra pessoa representando o clube em uma das competições mais importantes do futebol virtual no país. Porém, a sugestão do clube paulista foi rejeitada pela organização que manteve a regra atual.

Para representar o time que eu sou contratado precisaria jogar uma seletiva. Para mim isso é bizarro
— esbraveja Felipe Mestre em entrevista exclusiva ao ge

Felipe Mestre durante o eGol Pro — Foto: eGol Pro

Felipe Mestre durante o eGol Pro — Foto: eGol Pro

Em contato com o ge, o gerente de comunicação da CBF Fernando Torres afirmou que não houve essa investida do Corinthians. O porta-voz explicou ainda que entende a evolução do mercado de esports no país com mais clubes contratando grandes jogadores de PES, mas reforçou que o e-Brasileirão tem como foco principal a revelação de novos talentos para o cenário.

— A gente entende que é uma evolução do mercado e é normal que os clubes queiram montar suas equipes e contratem jogadores com o maior know-how possível. Mas em relação ao e-Brasileirão essencialmente a gente enxerga como uma porta de entrada para os jogadores casuais. Como um ambiente de diversão e revelação de talentos, até. Então, o objetivo é dar oportunidade para todo mundo jogar. No ano passado a gente teve quase 40 mil pessoas jogando e esse é um dos principais objetivos do campeonato — explica o gerente de comunicação da CBF.

Taça do e-Brasileirão na disputa presencial em 2019 realizada na sede da CBF — Foto: Thais Magalhães/CBF

Taça do e-Brasileirão na disputa presencial em 2019 realizada na sede da CBF — Foto: Thais Magalhães/CBF

A regra que obriga os 19 clubes do Brasileirão, que estão no PES 2021, a participarem da seletiva organizada pelo e-Brasileirão não é nova, mas divide opiniões entre os principais nomes do PES no país. Grandes jogadores da franquia, como o bicampeão mundial Guilherme “GuiFera”, jogador do São Paulo, precisam passar por algumas seletivas para alcançar o posto de representantes do próprio clube.

Campeão com o São Paulo em 2019 e hoje contratado pelo Tricolor Paulista, Thiago Avaré mostra outro lado da moeda. Classificado a partir da seletiva aberta no ano em que conquistou o título, o jogador vê com bons olhos os qualificatórios obrigatórios nos clubes.

— Apesar de ser contratado, acho justo ter a seletiva. É um torneio oficial, sim, mas é um torneio aberto ao público da CBF pra fomentar os esports dentro das torcidas dos clubes brasileiros — explica Avaré.

Thiago Avaré com a taça do e-Brasileirão 2019 — Foto: Thais Magalhães/CBF

Thiago Avaré com a taça do e-Brasileirão 2019 — Foto: Thais Magalhães/CBF

Campeão do e-Brasileirão com o São Paulo, Thiago Avaré recebe taça no Prêmio Brasileirão 2019

Abertas desde a última sexta-feira, as inscrições para o e-Brasileirão 2021 se encerram no dia 10 de novembro. Entre os dias 12 e 15 do mesmo mês, 19 clubes do campeonato brasileiro conhecerão o representante no torneio de PES 2021. Apenas o Palmeiras, que não está no jogo da Konami, ficou de fora. O grande campeão leva para casa R$ 25 mil, enquanto o vice fica com R$ 5 mil.

.

.

.

Globo Esporte

mais lidas