Siga nossa Redes

Internacional

Duas prorrogações, expulsões e muito antijogo: Dinamarca vence Egito no Mundial de handebol

esportes

Publicado

em

Duas prorrogações, expulsões e muito antijogo: Dinamarca vence Egito no Mundial de handebol

Em jogo com idas e vindas e expulsões por antijogo no último segundo, Dinamarca derrota donos da casa e vai à semi do Mundial masculino de handebol

Atuais campeões olímpicos, os dinamarqueses venceram o Egito nesta quarta-feira e se classificaram para a semifinal do Campeonato Mundial masculino de handebol. Após empate no tempo normal, 28 a 28, e novos empates nas duas prorrogações, a decisão foi nos sete metros, espécie de pênaltis da modalidade, com triunfo dinamarquês por 4 a 3.

A Dinamarca vencia por um gol de diferença e tinha a posse de bola no fim do tempo regulamentar. O ataque estava gastando o tempo, quando o árbitro apitou uma infração faltando um segundo. Nesse momento, Hansen, eleito três vezes o melhor jogador do mundo, estava com a bola, a jogou para cima, em busca de ganhar tempo, e saiu comemorando a vitória, já que os rivais não teriam tempo para um novo ataque.

Mas, o fato de Hansen ter jogado a bola para o alto se caracteriza um antijogo, e como o cronômetro tinha estourado, refletiu em um sete metros (espécie de pênalti) para o Egito. A bola foi convertida e o jogo foi para a prorrogação. Hansen foi expulso e não pôde mais voltar ao jogo.

Ali Zein perdeu o último sete metros, mas foi eleito o melhor da partida — Foto: Reprodução

Ali Zein perdeu o último sete metros, mas foi eleito o melhor da partida — Foto: Reprodução

Após um novo empate na primeira prorrogação, o Egito foi melhor no segundo tempo extra e teve a chance de vencer. Nos últimos dez segundos, a Dinamarca tinha a bola para tentar o empate, e foi a vez dos egípcios “entregarem”. Após uma falta apitada, um dos jogadores africanos, El-Masry, impediu o rival dinamarquês de arremessar a bola, ficando a menos de três metros de distância. Apesar do arremesso ter ido para fora, o árbitro apitou antijogo, e a Dinamarca teve o sete metros, empatando tudo de novo. El-Masry foi expulso.

Dois jogadores expulsos acompanhando os sete metros — Foto: Reprodução

Dois jogadores expulsos acompanhando os sete metros — Foto: Reprodução

Na disputa de sete metros, dois erros do Egito e um da Dinamarca, e a vaga na semifinal conquistada pela equipe favorita, mas com muito mais sofrimento que o previsto. Ali Zein, grande estrela do Egito, perdeu a última cobrança.

.

.

.

GE – Globo Esporte.

 

Publicidade

mais lidas