Siga nossa Redes

Sem categoria

Dólar vira e passa a subir após chegar abaixo de R$ 3,70

Redação

Publicado

em

Dólar vira e passa a subir após chegar abaixo de R$ 3,70

Na sexta-feira, a moeda norte-americana caiu 1,02%, vendida a R$ 3,7160.

Depois de passar a manhã em queda, o dólar mudou de rumo na tarde desta segunda-feira (7) e passou a subir. O mercado monitora as apostas de que a elevação dos juros nos Estados Unidos será menor que o esperado, e na expectativa do encontro entre representantes dos EUA e China sobre a disputa comercial.

Às 14h, a moeda norte-americana subia 0,04%, vendida a R$ 3,7176. Na mínima do dia até o momento, o dólar atingiu R$ 3,6900.

Na sexta-feira, a moeda norte-americana recuou 1,02%, vendida a R$ 3,7160. Foi o menor patamar de fechamento desde 1º de novembro (R$ 3,6943). Na máxima da sessão, o dólar chegou a R$ 3,785, e na mínima foi a R$ 3,7095.

Cenário externo

“Os EUA têm demonstrado uma resiliência no crescimento econômico e, ainda assim, a inflação teima em não dar as caras”, disse à Reuters o economista da gestora Infinity, Jason Vieira.

Na sexta-feira, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que, apesar do bom momento, o banco central norte-americano será sensível aos riscos ressaltados por investidores e paciente com a política monetária em 2019.

Em dezembro, o Fed sinalizou que poderia aumentar os juros duas vezes neste ano, embora o mercado financeiro imagine que a trajetória será ainda mais suave, sobretudo por causa dos temores de desaceleração da economia global.

A retomada das negociações entre Estados Unidos e China, assim, está no radar dos agentes, em uma tentativa de encerrar a disputa comercial.

No exterior, o dólar caía ante a cesta de moedas e também ante as divisas de emergentes, como o peso chileno. Internamente, no entanto, a trajetória da moeda era bastante tímida.

“O dólar, aqui, se aproximou de um suporte psicológico (R$ 3,70). Agora, a tendência é que haja um posicionamento mais cauteloso por parte dos investidores”, comentou Vieira.

O Banco Central vendeu nesta sessão 13,4 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 2,680 bilhões do total de US$ 13,398 bilhõesque vencem em fevereiro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Publicidade

mais lidas