Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Dólar sobe mais de 1% e fecha em R$ 5,42 com receios no mercado

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Bolsa fechou em alta, mas acumula perdas na semana

Num dia de tensões no mercado, o dólar fechou em firme alta em meio a receios em relação aos rumos da economia. O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (14) vendido a R$ 5,427, com alta de R$ 0,06 (+1,12%).

A cotação operou em alta durante toda a sessão. Com a valorização de hoje, o dólar reverteu a queda acumulada até ontem e encerrou a semana com ganho de 0,27%. A divisa subiu 4% em agosto e acumula alta de 35,25% em 2020.

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3 (a bolsa de valores brasileira), recuperou-se da queda de ontem e fechou esta sexta aos 101.353 pontos, com alta de 0,89%. Apesar da alta de hoje, o indicador encerrou a semana com perda 1,38% e acumula recuo de 1,51% no mês.

A alta do dólar ocorreu numa semana marcada por declarações sobre o futuro do teto federal de gastos e pela saída de dois secretários do Ministério da Economia. Na quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, comprometeram-se com a defesa do limite de gastos. que não evitou uma perda semanal de 1,38% e recuo no mês de 1,51%.

Ontem à noite, Bolsonaro afirmou, em transmissão ao vivo nas redes sociais que não há tentativa de furar o teto, mas disse que o debate existe. Hoje pela manhã, o presidente voltou a defender o teto em postagem na rede social Facebook.

A recente queda da taxa Selic (juros básicos da economia) também contribuiu para a valorização do dólar. Hoje, o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, disse que o diferencial de juros mais baixo leva a um nível mais alto de câmbio, mas pontuou que não é tão simples fazer essa ligação para explicar a volatilidade cambial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AGENCIA BRASIL

mais lidas