Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Diretora de escola de SP procurada pela polícia por suspeita de maus-tratos a crianças completa uma semana foragida da Justiça

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

A diretora da escolinha particular da Zona Leste de São Paulo, procurada pela Polícia Civil por suspeita de maus-tratos, tortura e outros crimes contra crianças, completa nesta segunda-feira (28) uma semana que continua foragida. A prisão temporária dela por 30 dias foi decretada na terça-feira (22) passada pela Justiça.

Mas até a última atualização desta reportagem, Roberta Serme, de 40 anos, que também é uma das donas da Escola Infantil Colmeia Mágica não havia se entregado ou sido presa. Policiais realizam buscas para tentar localizar e prender a diretora. A escola fica na Vila Formosa, foi fundada em 2002 e atende crianças 0 a 5 anos, do berçário ao ensino infantil.

O caso ganhou repercussão depois que vídeos que começaram a circular em março viralizaram nas redes sociais mostraram alunos da Colmeia Mágica amarrados, com os braços imobilizados, como se usassem ‘camisa de força’, chorando, presos a cadeirinhas de bebês dentro de um banheiro da escolinha. As crianças estão embaixo de uma pia e perto de uma privada.

Para o Ministério Público (MP), que acompanha o caso, os vídeos das crianças amarradas, as fotos de algumas delas machucadas após saírem da escolinha, e os depoimentos de testemunhas (professoras que trabalhavam na Colmeia Mágica e pais de alunos) que estão com a polícia mostram que os alunos sofreram “intensos sofrimentos físicos e psicológicos”.

.

.

.

.

G1

mais lidas