Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Destinação solidária de parte do IR favorece instituições de caridade

Publicado

em

Destinação solidária de parte do IR favorece instituições de caridade

 

Prazo para doar de 1% a 6% do IR devido termina na quinta-feira (29).
Auditor fiscal diz que Rio Preto tem potencial para doar até R$ 15 milhões.

 

Atividades pedagógicas desenvolvidas no Instituto dos Cegos de São José do Rio Preto (SP) só são realizadas por causa da destinação solidária de contribuintes. Isso porque pessoas físicas e empresas podem destinar de 1% a 6% do imposto de renda devido para instituições de caridade.

O auditor fiscal Mauro José da Silva diz que Rio Preto tem um potencial de R$ 15 milhões e que no ano passado foram destinados R$ 200 mil. “É uma boa importância, mas poderia ser bem maior. É importante as pessoas destinarem parte do seu imposto de renda ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, porque isso não é uma doação é uma destinação de parte do IR, que fica no município para melhorar a qualidade de vida das crianças”, afirma.

O presidente do Instituto dos Cegos Romiro Pedro da Silva diz que o dinheiro auxilia na compra de bens para a instituição. “Neste ano, por exemplo, compramos um carro para visitar nossos assistidos. Se não recebessemos este dinheiro não teríamos condições de adquirir”, diz. A entidade atende 238 pessoas, a maioria crianças, e é mantido com a ajuda da comunidade e da destinação solidária.

Todo o dinheiro arrecadado pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente é dividido entre as entidades cadastradas, que desenvolvem projetos sociais.

Outro local beneficiado com a verda doada é o Projeto de Educação Profissionalizante do Adolescente (Proepad), que funciona no bairro Maria Lúcia. O trabalho é desenvolvido com mais de cem crianças e adolescentes em um prédio alugado. A entidade ganhou um terreno e começou a construção da própria sede, mas está parada por falta de dinheiro. A esperança é terminar parte da construção com o repasse da destinação solidária.

A coordenadora do projeto Neusa Aparecida da Silva diz que depende desse apoio financeiro e aguarda confiante. “Precisamos terminar esta obra até fevereiro, no início das aulas, para estar com todas as crianças neste lugar. Esse dinheiro realmente chega às instituições e somos muito beneficiados e agradecemos a todos que puderem entender e participar deste movimento”, afirma.

A destinação solidária pode ser feita até a próxima quinta-feira (29) por meio deste site.

mais lidas