Siga nossa Redes

Esportes

De olho na Copa, Daniel Alves manda sinais a Tite após destaque em volta à ala no São Paulo

Redação SP

Publicado

em

De olho na Copa, Daniel Alves manda sinais a Tite após destaque em volta à ala no São Paulo

Jogador admite desejo de disputar o Mundial de 2022, mas não tem feito pressão sobre o Tricolor para se fixar na posição. Ele está fora de convocações desde 2019, quando passou a ser meia

A boa atuação de Daniel Alves como ala na vitória do São Paulo sobre o Palmeiras, na última sexta-feira, pelo Paulistão, foi um sinal do veterano a Tite de que ainda briga por um lugar na posição da seleção brasileira.

Apesar disso, segundo apurou o ge, o jogador não tem feito pressão no Morumbi para ser mantido na posição, que tem Igor Vinícius, titular no início de 2021, e Orejuela, maior investimento do São Paulo nesta temporada – estima-se em 2 milhões de euros (cerca de R$ 13,3 milhões) por 50% dos direitos, valor que o clube não confirma.

Nas redes sociais, porém, Daniel Alves tem feito propaganda. No sábado, ao responder a seguidores, afirmou ser o melhor lateral-direito do mundo e que pode jogar na posição de qualquer time do planeta.

O jogador de 37 anos tem atuado geralmente como meia no São Paulo, desde que chegou ao Morumbi em 2019.

Na última sexta, foi para a ala direita da equipe de Hernán Crespo por causa de uma lesão de Igor Vinícius. E se destacou. No primeiro tempo, deu um ótimo cruzamento para Luciano desperdiçar grande chance. Na etapa final, interceptou a saída de bola do Palmeiras e tocou na medida para Pablo fazer o gol da vitória.

Gol do São Paulo! Scarpa erra na saída, Daniel Alves invade a área e cruza para Pablo marcar, aos 16 do 2º

Gol do São Paulo! Scarpa erra na saída, Daniel Alves invade a área e cruza para Pablo marcar, aos 16 do 2º

Daniel Alves, aliás, deve ser mantido na posição contra o Sporting Cristal, terça-feira, na Libertadores, já que o titular não se recuperou.

A mudança de posição custou a Daniel Alves um lugar na Seleção. Ele entrou em campo com a camisa amarela pela última vez em novembro de 2019, em amistoso contra a Nigéria.

Depois, para amistosos contra Argentina e Coreia do Sul, naquele ano ainda, Tite optou por não chamar atletas que atuavam no Brasil, envolvidos na reta final do Campeonato Brasileiro.

No ano passado, a pandemia de Covid-19 fez com que o Brasil jogasse só quatro vezes, em outubro e novembro. Para esses jogos, das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, Tite chamou Danilo, que se firmou como titular, e Gabriel Menino, do Palmeiras.

Na época, uma lesão de Daniel Alves também influenciou a escolha. Ele havia machucado o braço semanas antes e pouco tinha jogado até então.

Em dezembro, Tite foi questionado no Seleção SporTV sobre a ausência de Daniel Alves e deixou as portas abertas.

Tite explica as recentes não convocações de Daniel Alves: "Não há preconceito a idade"

Tite explica as recentes não convocações de Daniel Alves: “Não há preconceito a idade”

Ainda assim, o atual camisa 10 do São Paulo é o lateral que mais jogou desde que Tite assumiu a Seleção, com 25 jogos – 11 deles no atual ciclo para a Copa de 2022, incluindo a disputa da Copa América de 2019, quando foi capitão e ergueu a taça no Maracanã.

Nesta temporada, Tite ainda não fez convocações. A rodada dupla das eliminatórias prevista para março foi adiada por causa da pandemia. Há outra marcada para junho, pouco antes do início da Copa América.

Daniel Alves não nega a intenção de voltar para a Seleção e já afirmou que pretende estar no Catar para a Copa de 2022.

.

.

.

Fonte: GE – Globo Esporte.

mais lidas