Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Crise no sub-20: Corinthians quer acalmar ânimos e não pretende punir Coelho após briga com conselheiro

Publicado

em

Crise no sub-20: Corinthians quer acalmar ânimos e não pretende punir Coelho após briga com conselheiro

Técnico discutiu com assessor da diretoria da base e acabou expulso em derrota contra o Vasco

Uma confusão tomou conta do sub-20 do Corinthians na tarde da última segunda-feira. Tudo porque o técnico da categoria, Dyego Coelho, foi expulso na derrota por 3 a 0 para o Vasco, no Brasileirão, por xingar um conselheiro do clube e chamá-lo para a briga.

Trata-se de Fernando Matheus, um dos três assessores da diretoria da base do Timão – esses assessores atuam como diretores adjuntos, chefiando até mesmo a delegação em certos momentos e ajudando no dia a dia da base do clube. Fernando é sobrinho neto do ex-presidente Vicente Matheus.

De acordo com pessoas ouvidas pelo ge, Fernando estava na arquibancada do Parque São Jorge e passou a cobrar os jogadores quando o jogo ainda estava 2 a 0. Coelho se irritou, dando início ao incidente. O técnico teria dito, entre xingamentos, que “com meu jogador, quem fala sou eu”.

Os dois foram impedidos por outros funcionários de chegarem às vias de fato e ficaram apenas na troca de ofensas. Coelho recebeu cartão vermelho aos 44 minutos do segundo tempo. O terceiro gol do Vasco saiu logo na sequência da confusão. Mesmo com o revés, o Timão jogará as quartas de final.

Internamente, a atitude de Coelho foi vista como intempestiva e de certo desequilíbrio para um técnico da experiência dele. Por enquanto, ambos seguem em seus respectivos cargos, e o clube tentará acalmar os ânimos internamente. A chegada do presidente Duílio Monteiro Alves em janeiro, porém, pode trazer mudanças para o departamento.

ge também procurou Dyego Coelho e Fernando Matheus. Nenhum dos dois responde

Na súmula, o árbitro José Guilherme relatou que expulsou o técnico por xingar um “membro do estafe do clube visitante”. Mas, na verdade, a briga de Coelho era com um conselheiro do próprio Corinthians.

Confira o trecho da súmula sobre a expulsão:

“Expulsei diretamente, após ser avisado pelo quarto árbitro, Sr. Humberto José Junior, que o referido técnico estava discutindo com um membro do estafe do clube visitante que se encontrava na arquibancada, gritando em alta voz o seguinte: “Vai tomar no seu ** seu diretorzinho de me***, filho da p***, desce aqui.”

O Corinthians informou ao ge que nenhum dos envolvidos irá se manifestar. O clube também não se pronunciou por nota oficial e tratará o caso internamente. Com a expulsão, Coelho está fora da partida contra o Flamengo, no próximo domingo, no estádio da Gávea, no Rio de Janeiro.

.

.

.

GE – Globo Esporte

mais lidas