Craque Neto

Craque Neto – Falta bom senso ao apito?

Redação SP
Escrito por Redação SP

Diga-se de Passagem!

Falta bom senso ao apito?

Duas jogadas marcaram para mim o final de semana do futebol pelo mundo. Na França o brasileiro Neymar deu um belo drible – conhecido por aqui como lambreta – na vitória do PSG contra o Montpellier e foi advertido com o cartão amarelo. Após isso, no acesso ao vestiário, ele foi tomar satisfação com o árbitro e até xingou o cara. Exagerou? Ninguém tem sangue de barata, poxa vida! O segundo caso polêmico aconteceu aqui mesmo no Brasil na vitória do Corinthians no clássico contra o Santos. O menino Janderson fez o segundo gol do Timão e após comemorar com a torcida foi expulso pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira. Só pode ser brincadeira, não é? O jogador não pode mais comemorar?

Isso me faz lembrar da temporada passada quando o Gagibol e o Bruno Henrique, destaques do Flamengo na conquista do Brasileirão e da Libertadores, cansaram de marcar gols e sair para abraçar o torcedor rubro-negro nas arquibancadas. Não me lembro de ninguém tomando cartão. Assim como na Copa do Mundo da Rússia, quando já existia essa tal determinação da Fifa, a boleirada também ia comemorar na torcida e ninguém nunca foi advertido.

Acredito que falta sim bom senso de alguns árbitros para analisar o que faz alegria no esporte e o que pode prejudicar o futebol. Será que um drible bonito realmente gera a violência do adversário? Não seria mais fácil coibir essa violência do que penalizar a arte com a bola no pé? E mais: punir comemoração de gol não é uma atrocidade?

A Fifa precisa rever esse tal artigo em suas regras. Repito: o mais importante do futebol é dar alegria para as pessoas. Coibi-la ou cerceá-la é fazer um mal ao esporte mais amado do planeta. Inverter a ordem das coisas é algo que realmente me preocupa.

Sobre o autor

Redação SP

Redação SP

%d blogueiros gostam disto: