Siga nossa Redes

Esportes

Corinthians faz acordo com Giovanni Augusto e reduz valor da dívida com o meia

esportes

Publicado

em

Corinthians faz acordo com Giovanni Augusto e reduz valor da dívida com o meia

Hoje no Coritiba, meio-campista cobrava R$ 924 mil em atrasos do Timão na Justiça do Trabalho

O Corinthians fechou um acordo de conciliação com Giovanni Augusto, do Coritiba. O meia cobrava na Justiça do Trabalho uma dívida de R$ 924 mil referentes a parcelas de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e férias.

Em audiência via teleconferência realizada na manhã desta quinta-feira, os advogados do clube e do jogador acertaram o pagamento de R$ 315 mil ao atleta em três parcelas iguais de R$ 105 mil, nos dias 31 de março, 30 de abril e 31 de maio. O valor corresponde às férias reclamadas pelo jogador.

Além disso, o clube se prontificou a fazer os depósitos do FGTS, que somam R$ 417.066,66. O clube pagará o valor até 2 de março.

O Timão pagará ainda R$ 80 mil de honorários advocatícios do meio-campista, em dez parcelas iguais. A primeira também em 31 de março de 2021. No total, o clube pagará R$ 812.066,66.

Giovanni Augusto foi contratado pelo Corinthians em 2016, quando o clube passava por um desmanche. A pedido do técnico Tite, o Timão decidiu investir R$ 15,3 milhões para comprar 60% dos direitos econômicos do jogador que pertenciam ao Atlético-MG.

Porém, assim como outros atletas contratados naquela temporada, como Guilherme, Marlone, André e Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto nunca rendeu no Corinthians o que dele se esperava. No clube, as justificativas para o desempenho aquém vão desde aspectos técnicos e táticos, até questões pessoais, como o término de um relacionamento amoroso que teria afetado o atleta.

Giovanni Augusto chegou ao Corinthians em 2016 — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Giovanni Augusto chegou ao Corinthians em 2016 — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

 

Antes mesmo de vestir a camisa corintiana, Giovanni Augusto já havia causado uma decepção na torcida corintiana. Em 2014, defendendo o Figueirense, ele marcou o gol da vitória da equipe catarinense na inauguração da arena do clube, em Itaquera.

O meia chegou a integrar o grupo campeão paulista e brasileiro em 2017, mas como coadjuvante. Ele disputou apenas duas partidas do Estadual e 11 do Nacional. No ano seguinte, chegou a viajar com o Corinthians para o Torneio da Flórida, mas na sequência foi emprestado e nunca mais voltou.

No total, foram 78 jogos e apenas sete gols marcados pelo Timão. Após passar por Vasco e Goiás, Giovanni Augusto ficou sem contrato com o Corinthians ao final de 2019.

Atualmente, Giovanni vive bom momento no Coxa, sendo uma das referências ofensivas da equipe. Ele já marcou quatro vezes no Brasileirão e também tem dado assistências para os raros gols do time, que tem um dos piores ataques do campeonato.

O meia balançou as redes contra Palmeiras (vitória por 3 a 1), Santos (derrota por 2 a 1) e Internacional (2 a 2), além de marcar o único gol contra o Bahia, na derrota de 2 a 1. Além disso, deu passes para os gols de Nathan Silva (contra o Grêmio), Robson (contra o Palmeiras), Matheus Galdezani (contra o Atlético-GO) e Sabino (contra o Inter). O Coxa ocupa a 18ª posição, com 21 pontos.

Giovanni Augusto é um dos destaques do Coritiba no Brasileirão — Foto: Matheus Sebenello/NeoPhoto

Giovanni Augusto é um dos destaques do Coritiba no Brasileirão — Foto: Matheus Sebenello/NeoPhoto

.

.

.

 

GE – Globo Esporte

Publicidade

mais lidas