Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Economia

Comissão do Senado quer ouvir empresas de fast-food sobre lanches com ‘molho’ ou ‘aroma’ de carnes nobres

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

A Comissão de Transparência e Fiscalização (CTFC) do Senado aprovou nesta terça-feira (3) a realização de uma audiência pública com representantes de empresas de fast-food notificadas por venderem sanduíches que não têm, na composição, os cortes de carne indicados nos nomes.

A audiência deve ocorrer no próximo dia 12, segundo o presidente da comissão, senador Reguffe (União-DF). O calendário, no entanto, pode sofrer mudanças a depender da agenda da sabatina de autoridades no Senado.

Serão convidados representantes da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon); do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar); das redes Burger King e McDonalds; do blog “Comer com os olhos” e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Não podemos admitir em lugar nenhum do planeta, ainda mais aqui no nosso país que tem um povo genuinamente pacifico e que acredita naquilo que se coloca nas propagandas, que possam desvirtuar aquilo que está sendo anunciado. Precisamos tirar isso a limpo, trazer os que denunciaram para saber deles por que denunciaram, qual a comprovação daquilo que foi evidenciado e dar oportunidade também para se defender. Isso é brincadeira com a população brasileira”, disse o autor do requerimento de audiência, senador Nelsinho Trad (PSD-MS).

Nos últimos dias, o blog “Comer com os olhos” denunciou que o McDonald’s e o Burguer King comercializavam sanduíches que não tinham, em sua composição, a carne informada no material de divulgação dos produtos.

O que dizem os restaurantes

 

O McDonald’s anunciou a retirada dos sanduíches da linha “McPicanha” do cardápio de todas as suas lojas no Brasil a partir do último dia 29. A decisão foi tomada após notificação do Ministério da Justiça e Procon de São Paulo, que pediram esclarecimentos sobre a falta de picanha nos lanches.

Campanha dos novos McPicanha do McDonald's — Foto: Divulgação/McDonald's

Campanha dos novos McPicanha do McDonald’s — Foto: Divulgação/McDonald’s

A rede de restaurantes admitiu que o sanduíche não tinha picanha na composição. “Pedimos desculpas se o nome escolhido gerou dúvidas e informamos que estamos avaliando os próximos passos”, afirmou.

Depois foi a vez do Burger King, que comercializa o sanduíche “Whopper Costela”, informar que o produto tem apenas “aroma de costela”. A rede diz que, desde o lançamento do produto, “sempre comunicou com clareza” a composição do hambúrguer do sanduíche. A rede também foi notificada pelo Procon de São Paulo.

.

.

.

.

.

.

.

G1

mais lidas