Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Chuck Liddell é preso acusado de violência doméstica

Publicado

em

Chuck Liddell é preso acusado de violência doméstica

Lenda do UFC foi detido em sua residência sob alegação de discussão que se tornou física com sua esposa, mas foi liberado no mesmo dia sob pagamento de fiança

Mais um ex-campeão peso-meio-pesado do UFC foi parar atrás das grades nesta segunda-feira, acusado de violência doméstica. A lenda Chuck Liddell, 51, foi preso na manhã desta segunda em sua casa, em Hidden Hills, sob alegação de ter agredido sua esposa.

Chuck Liddell em aparição recente como árbitro numa luta de boxe entre celebridades — Foto: Bill McCay/Getty Images

Chuck Liddell em aparição recente como árbitro numa luta de boxe entre celebridades — Foto: Bill McCay/Getty Images

Segundo o site “TMZ”, a polícia de Los Angeles recebeu um chamado na manhã de segunda-feira para atender a residência de Liddell. Ao chegarem, os policiais investigaram e determinaram que o ex-lutador se envolveu numa discussão verbal que se tornou física. Sua esposa, contudo, não precisou de cuidados médicos.

Liddell foi levado para a cadeia e sua fiança foi colocada em US$ 20 mil (R$ 110,7 mil). À tarde, a fiança foi paga e o ex-lutador foi liberado. Ele deixou a prisão de bom humor, mas não respondeu às perguntas dos repórteres presentes.

Chuck Liddell, 51, é membro do Hall da Fama do UFC e já foi considerado o maior astro do MMA mundial. O “Iceman” reinou sobre o peso-meio-pesado do Ultimate entre 2005 e 2007, com quatro defesas de cinturão bem sucedidas. Em sua carreira, venceu nomes como Randy Couture, Tito Ortiz, Wanderlei Silva e Vitor Belfort, entre outras lendas do esporte. Ele se aposentou em 2010 com um cartel de 21 vitórias e oito derrotas, mas retornou ao cage em 2018 para uma trilogia contra Ortiz, que o venceu por nocaute.

Durante a aposentadoria, Liddell atuou como embaixador do UFC – cargo que perdeu em 2016 com a venda da companhia para a Endeavor – e passou a fazer aparições em programas de TV e em filmes. Ele participou da versão americana do programa “Dança dos Famosos” e também do reality show “Celebrity Big Brother”. Recentemente, ele atuou como árbitro numa luta de boxe entre o cantor Aaron Carter e o ex-jogador de basquete Lamar Odom.

.

.

.

Globo Esporte

mais lidas