Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Caneta de Maradona, abraço em Messi, viagem no tempo: o lado B do Turco, técnico do Atlético-MG

Publicado

em

Caneta de Maradona, abraço em Messi, viagem no tempo: o lado B do Turco, técnico do Atlético-MG

O novo técnico argentino do Atlético-MG, bastante midiático, se prepara para a estreia no clube, no estádio bem raiz de Nova Lima, o Alçapão do Bonfim, pelo Campeonato Mineiro. É o Villa Nova pela frente. Numa espécie de capítulo “De Volta para o Futuro”, Turco Mohamed traça o mesmo início de Jorge Sampaoli no Galo.

E a franquia de filmes com Marty McFly (Michael J. Fox) e Doc Brown (Christopher Lloyd) no comando, sucesso na década de 1980, está presente na lista de curiosidades sobre a vida de Antonio Ricardo Mohamed Matijevich, o excêntrico treinador do Galo. “Me encanta o filme. Bem, eu gosto dos três”, disse o Turco, em entrevista à Tyc Sports, em setembro de 2021, vestindo a camisa do filme, e com um mini DMC DeLorean na estante de casa.

Fã de música romântica, também carrega tatuagens nos braços. Uma delas é do filho Farid, morto em acidente de carro em 2006, quando viajava pela Alemanha, ao lado do pai, para curtir a Copa do Mundo. Foi por ele que Mohamed chorou ao subir o Huracán (time do coração) de divisão, e ser campeão pelo Monterrey em 2019.

Se o Atlético foi campeão da Libertadores 2013, da Copa do Brasil 2021 e do Brasileiro 2021 com um treinador que comandava a equipe à beira do campo com a camiseta de Nossa Senhora do Silêncio, o banco de reservas do Galo agora terá, sempre, o terço de Mohamed com o nome do filho na cruz.

– É o golpe mais duro que um ser humano pode receber. Uma vez, eu ainda estava operado, e meus amigos me não me trataram como sempre, me olharam de forma estranha, com pena. Fiz uma reunião, falando que eu deveria ser tratado normalmente. “Querem que eu morra também?”

“O tempo acomoda tudo” (uma das tatuagens de Mohamed)

.

.

.

.

G1

mais lidas