Siga nossa Redes

Esportes

Candidato a vaga no time do Corinthians para estreia, Camacho detalha pedidos de Mancini

Redação SP

Publicado

em

Candidato a vaga no time do Corinthians para estreia, Camacho detalha pedidos de Mancini

Passado o período de testes proposto pelo técnico Vagner Mancini no Corinthians, alguns jogadores aproveitaram bem suas chances e vivem a expectativa de serem titulares nesta quinta-feira, contra o River Plate-PAR, em Assunção, pela Copa Sul-Americana. Um deles é Camacho.

Usado como titular em dois dos quatro últimos jogos, o volante fez até gol, deu assistência para Jô e agora espera beliscar uma vaguinha no time.

– O Mancini conversa com a gente. Ele disse que eu tinha que melhorar na marcação, fechar linhas. Tentei aprimorar isso, estava trabalhando com o preparador físico. Tentei dar meu máximo, marcar ao máximo. Tentei fazer o que faço de melhor: ter a bola e fazer o time girar. Vamos ver se ele gostou ou não. Daqui a pouco, teremos a resposta – brincou o volante, durante entrevista coletiva.

– Acho que é um dos pontos positivos do Vagner. Ele fala olho no olho com todo mundo. Quem está entrando e saindo sabe os motivos. É um dos pontos fortes dele, e todo mundo gosta disso.

 

O volante foi usado ao lado de Xavier e, por isso, acabou tendo mais liberdade para chegar à área e finalizar a gol. A dupla Xavier e Camacho concorre com Cantillo e Gabriel por uma vaga na quinta.

– Não sou volante de entrar muito na área. Mas, jogando com Xavier, tive mais liberdade para entrar e chances de gol. Infelizmente, errei o gol ali. Vou treinar mais para ter mais chances de gol. Não tenho esse problema, jogo nas duas posições. Nesses dois jogos, estava revezando bem com Xavier. Uma hora eu saía jogando, outra ele. Jogamos lado a lado. O Xavier tem características mais defensiva, cheguei mais perto da área. – completou, lembrando o lance em que recebeu a bola de Jô na entrada da área e mandou por cima do gol.

– Foram dois bons jogos nossos. Consegui dar conta do recado. Todo mundo teve chance, e me senti bem jogando ao lado do Xavier. Todo mundo concorrendo a uma vaga agora.

 

Para Camacho, o importante é encarar todo jogo como o “jogo da vida”, como bem canta a torcida corintiana.


– Toda chance, todo treino, todo jogo encaro assim. Todo mundo ia jogar, joguei como se fosse o jogo da minha vida. Estou tentando entrar mais na área, participar mais dos gols. As coisas deram certo para mim. Tentei dar meu melhor para aparecer de novo. Não sabemos quem vai jogar, mas, se eu jogar, estou preparado para fazer um grande jogo. Não podemos entrar mole em nenhum jogo – encerrou.

.

.

.

Fonte: GE – Globo Esporte.

mais lidas