Siga nossa Redes

Esportes

Camisa em homenagem para irmã vira amuleto de Raul, nova aposta da defesa do Corinthians

Redação SP

Publicado

em

Camisa em homenagem para irmã vira amuleto de Raul, nova aposta da defesa do Corinthians

Zagueiro de 21 anos deve ser titular do Timão na noite deste domingo, diante do Ituano

Vestir a camisa do Corinthians é especial para qualquer jogador. Mas para Raul Gustavo, de 21 anos, que deve ser titular nesta noite diante do Ituano, às 22h, na Neo Química Arena, uma outra camiseta tem valor ainda mais simbólico.

Natural de Pedro Leopoldo, cidade mineira próxima a Belo Horizonte, o zagueiro perdeu a irmã num acidente automobilístico em julho de 2020. Fabíola Cristina tinha 25 anos, voltava de uma festa de madrugada e foi vítima de um acidente fatal. Ela se despedia dos amigos, pois ia morar em Portugal.

A notícia foi devastadora para Raul. Depois de iniciar sua história no Corinthians na categoria sub-20, ele subiu para o time de aspirantes em janeiro de 2020 e, naquele momento, fazia parte do elenco da Inter de Limeira, emprestado para a reta final do Paulistão do ano passado.

Raul soube da morte da irmã no ônibus, durante a festa com os companheiros de Inter de Limeira por conta da vitória por 2 a 1 contra o Oeste, curiosamente em partida disputada na Neo Química Arena.

Irmãos por parte de mãe, Raul e Fabíola cresceram juntos. Mãe de uma garotinha de oito anos chamada Nicole, a irmã era a confidente de Raul, pessoa para quem ele pedia conselhos.

Depois de estrear pelo Timão na derrota por 2 a 1 para o Bahia, no Brasileirão, na Fonte Nova, e de fazer seu primeiro jogo como titular na vitória por 1 a 0 contra o Guarani, no Brinco de Ouro, na semana passada, o jogador terá sua primeira chance de jogar na Neo Química Arena.

O mesmo estádio da notícia que marcou sua vida. Na mala estará seu amuleto, que tem sido levado ao vestiário em todas as partidas, como uma forma de homenagem a Fabíola. Na visão do zagueiro, esse é um sonho que também era dela.

Raul Gustavo, do Corinthians, com a irmã Fabíola — Foto: Arquivo pessoal

Raul Gustavo, do Corinthians, com a irmã Fabíola — Foto: Arquivo pessoal

Quem é Raul?

 

Raul início sua história na base do Atlético-MG e surgir como lateral-esquerdo. Já no sub-20, conseguiu se destacar no Serranense-MG, foi colocado de zagueiro num único jogo, teve bom desempenho e partiu para a Croácia, onde disputou amistosos e torneios internacionais.

– Fizemos um jogo em que havia um observador do Locomotiv, que é um clube parceiro do Dinamo Zagreb. Ele ficou um ano por lá. Antes do fim do contrato, o Dyego Coelho me procurou pedindo um zagueiro canhoto, e eu falei do Raul. Como o Locomotiv não exerceu a compra, trouxemos ao Corinthians. Depois de três treinos, fecharam contrato – contou ao ge o empresário Daniel de Paiva.

Depois da experiência emprestado para a Inter de Limeira no ano passado, o jogador foi integrado ao elenco profissional em setembro, mas teve de cumprir um gancho de dez partidas imposto pelo STJD por uma briga generalizada na semifinal do Brasileirão Sub-20 de 2019, quando acertou um soco no goleiro Hugo Souza, do Flamengo. Ao ser liberado, passou a frequentar o banco de reservas.

Com o revezamento na defesa que vem sendo feito por Vagner Mancini, ele tende a ter cada vez mais chances em 2021. Recentemente, renovou o seu contrato até 31 de dezembro de 2024.

Raul Gustavo, zagueiro do Corinthians — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Raul Gustavo, zagueiro do Corinthians — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

.

.

.

Fonte: GE – Globo Esporte.

mais lidas